voltar

Gestão | 02/10/2019

Outubro Rosa: cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama foram estimados para 2019

Durante o mês de outubro ações de conscientização sobre o câncer de mama são feitas no mundo todo. O movimento acontece anualmente, desde 1990, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença e proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento.

O câncer de mama é hoje um relevante problema de saúde pública. De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil somará 59700 novos casos de câncer de mama em 2019. O número corresponde a 28% de todos os diagnósticos da doença registrados no País

Confira a pesquisa completa

A pesquisa do Incra também ressalta que os fatores relacionados ao conhecimento da doença e às dificuldades de acesso das mulheres aos métodos diagnósticos e ao tratamento adequado e oportuno resultam na chegada das pacientes em estágios mais avançados do câncer de mama. O planejamento de estratégias de controle do câncer de mama por meio da detecção precoce é fundamental. Quanto mais cedo um tumor invasivo é detectado e o tratamento é iniciado, maior a probabilidade de cura. Por esse motivo, várias ações vêm sendo implementadas para diagnosticar o câncer nos estágios iniciais. 

Para oferecer o acolhimento e tratamento em todos os níveis de atenção às mulheres com diagnóstico de câncer de mama, o município de Três Rios-RJ organizou o acesso através da Regionalização da Saúde e da Regulação das pacientes. As mudanças garantiram acesso oportuno e ágil às usuárias da região Centro-Sul Fluminense. 

“Muitas mulheres quando recebiam o diagnóstico de câncer de mama ficavam perdidas com esse papel na mão, não sabiam para onde ir, ao perceber essa situação, articulamos uma rede para dar suporte à elas”, contou o autor do projeto, Romero Bandeira. Segundo ele, para que essas mulheres tivessem uma orientação, atendimento e tratamento da maneira mais rápida possível iniciou-se um processo de regulação, ou seja, inserir no sistema todas as pacientes diagnosticadas. “Como aqui não tínhamos estrutura para atendê-las, identificamos no município vizinho, Vassouras-RJ, uma oportunidade de parceria para a média e alta complexidade e encaminhamos as pacientes para lá, com transporte e suporte oferecidos pelo nosso município”. 

Nilda Maria é uma dessas mulheres moradora de Três Rios-RJ. Ela recebeu o diagnóstico de câncer de mama e realizou todas as sessões de quimioterapia em Vassouras-RJ. “A gente pensa que é SUS e não vai dar em nada, pelo contrário, o tratamento que você tem particular é possível acessar lá no SUS também, existe um acolhimento, eu me senti acolhida de verdade” e complementou “Estou em tratamento e cada manhã que levanto é uma conquista, agradeço todos os dias, uma cura do câncer é uma vitória”. 

O trabalho de Três Rios-RJ foi premiado como o melhor projeto do estado durante a 14ª Mostra Brasil, aqui tem SUS. Confira o Webdoc: