voltar

Atenção Básica | 31/07/2019

Campanha de Incentivo à Amamentação enfatiza importância do apoio da sociedade

Foi lançada nesta quarta-feira (31), a Campanha de Incentivo à Amamentação, que marca a Semana Mundial de Amamentação em mais de 170 países. Com o slogan “Incentive a família, alimente a vida”, o destaque neste ano é para a importância do amparo da família, amigos, empresas e profissionais de saúde às mulheres que estão amamentando. 

Em defesa da ampliação da amamentação, a representante da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, Socorro Gross, enfatizou que são muitos os obstáculos enfrentados pelas mulheres para conseguirem amamentar seus filhos. “Nos primeiros meses de vida da criança o processo de adaptação das famílias é difícil e é preciso que essa mãe receba todo o apoio e empatia de quem a cerca. Amamentar é um ato natural, mas que ainda não é bem recebido por toda a população se feito em público, além do fato da maioria das empresas e órgãos não disponibilizarem espaços adequados para isso. Amamentação não é responsabilidade exclusiva da mãe, é uma responsabilidade social de todos nós”, finalizou Socorro. 

Durante a cerimônia, o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informou que o Ministério vai retomar o inquérito sobre aleitamento materno ainda este ano “porque não reconhecer a amamentação como um indicador de saúde é uma falha que compromete outra série de dados relacionados à saúde das crianças.” Na ocasião, foi assinada portaria que habilita 39 unidades hospitalares como Hospital Amigo da Criança. 

O lançamento da Campanha de Incentivo à Amamentação aconteceu na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) e contou também com a presença da representante da Unicef, Florence Bauer, do secretário executivo do Conasems, Mauro Junqueira e do secretário de saúde do DF e representante do Conass, Osnei Okumoto. 

 

O SUS que dá certo

 

Garantir uma amamentação adequada às crianças é uma das etapas de assistência e cuidado que devem ser oferecidas às mães, além de todo o acompanhamento na fase gestacional com orientações sobre o parto e os cuidados com a criança nos primeiros anos de vida. 

Em Apucarana-PR, a Secretaria Municipal de Saúde criou o projeto “Visita Guiada” com o intuito de apresentar às mulheres as mudanças no corpo durante a gravidez, explicar sobre os processos do parto e criar uma rede de orientação e acolhimento. Além das palestras e oficinas, as gestantes também participam de visita guiada ao hospital para conhecer as instalações e se familiarizarem com o local aonde será feito o parto. 

“Uma das coisas que a gente reforça muito para as enfermeiras na residência obstétrica é elas também se sentirem confiantes e a fazerem um acompanhamento com empatia e em um trabalho humanizado, compreender as dificuldades daquela mãe e orientá-la da melhor maneira possível”, explica Maria Aparecida Moreira, tutora da residência em enfermagem obstétrica. O projeto “Visita Guiada” foi vencedor da 15ª Mostra Brasil, aqui tem SUS.

 

 

“Muitas mães quando vinham para fazer as primeiras vacinas dos seus filhos relatavam que estavam com dificuldades para amamentar e foi constatado que apenas 64% conseguiram amamentar exclusivamente no peito”, relata Francini Werka, autora do projeto “Mamãe eu quero mamar no peito” de Cunha Porã-SC vencedor na 14ª Mostra Brasil, aqui tem SUS. 

Para incentivar o aleitamento materno, a Secretaria de Saúde do município catarinense  oferece ensaios fotográficos para as mulheres que participam das rodas de conversa sobre gestação e fazem acompanhamento periódicos nas unidades de saúde. As fotografias, que podem ser tanto das grávidas quanto dos bebês recém nascidos, contam com produção oferecida por voluntárias – salão de beleza, roupas confeccionadas especialmente para os ensaios e diversos acessórios.

“Atualmente, nós temos um indicador muito importante: 89,4% das gestantes do município estão amamentando no peito. Em comparação, no Brasil esse índice não chega a 40%. Então é muito relevante ver a forma como o projeto impactou na vida dessas mulheres e de seus filhos”, completa Francini. 

Confira galeria de fotos: 

Campanha de Incentivo à Amamentação