Americana (SP) realiza ações educativas e preventivas no Dia D de combate à Dengue - CONASEMS
voltar

Gestão | 21/11/2010

Americana (SP) realiza ações educativas e preventivas no Dia D de combate à Dengue

A Secretaria de Saúde de Americana realiza amanhã – 20 de novembro – o Dia D de Combate à Dengue. A mobilização acontece por causa do Dia Nacional de Combate à Dengue celebrado no penúltimo sábado do mês de novembro. Das 9 às 15 horas, o PMCD (Programa Municipal de Combate à Dengue) estará na quadra esportiva do Jardim dos Lírios promovendo ações educativas voltadas para a conscientização das crianças.

“Esse dia serve como um alerta para toda a população se conscientizar quanto à responsabilidade que cada um tem sob esse problema. Uma das diretrizes do nosso trabalho têm sido ações educativas com crianças. Estaremos no Jardim dos Lírios com oficinas e gincanas”, falou o coordenador do PMCD, Amauri de Souza.  

Ao longo desta semana, ações educativas e preventivas como apresentações teatrais, arrastão e exposição foram realizadas nas regiões do São Jerônimo, São Manoel e Central. “Pontuamos os locais com maior incidência de casos e vulnerabilidade de transmissão para realizar as ações. No arrastão no Parque da Liberdade, por exemplo, mais de 1.500 imóveis foram visitados e 600 kg de criadouros retirados”, acrescentou.

Hoje (19/11), os agentes do PMCD estiveram na Praça Basílio Rangel (em frente ao Terminal Urbano), com uma exposição sobre os principais criadouros e visualização de larvas em microscópio. Além dessas ações, os agentes também aproveitaram o fluxo de pessoas para realizar uma pesquisa sobre conhecimentos gerais em relação a dengue. 

Para combater o avanço dos casos de dengue em Americana, o PMCD realiza ações de controle do mosquito Aedes aegypti. Os 45 agentes de controle de vetor atuam no bloqueio para eliminação de criadouros, nebulização de inseticida e busca ativa de novos casos suspeitos, priorizando os bairros com casos positivos. Ao longo do ano, o PMCD ampliou também as ações educativas em escolas, igrejas, empresas de grande porte e associações em geral. 

De janeiro de 2010 até o momento foram registrados 561 casos da doença e os bairros com mais casos são: São Jerônimo, Jardim da Paz e São Manoel.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Americana (SP)

Compartilhar