SMS de Salvador realiza primeiro Encontro Municipal do Programa de Controle da Hanseníase - CONASEMS
voltar

Gestão | 10/12/2010

SMS de Salvador realiza primeiro Encontro Municipal do Programa de Controle da Hanseníase

07_07_08_cartaz_hanseniase
07_07_08_cartaz_hanseniaseA Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realiza nesta quinta-feira (9), o primeiro Encontro Municipal do Programa de Controle da Hanseníase (PCH) 2010. A atividade acontece entre 8h e 17h, no Monte Pascoal Praia Hotel, na Barra.

Participam do encontro 100 profissionais da área de saúde, entre médicos, enfermeiros e supervisores do PCH, além de técnicos da Vigilância Epidemiológica dos distritos sanitários, coordenação da COAPS, DIVEP, PSF, Fundação Damien, Mohan, Lacen, Assistência Farmacêutica e Fiocruz.

O objetivo do Encontro Municipal é promover um momento de sensibilização dos profissionais da rede para ampliar o atendimento do Programa de Controle da Hanseníase. Os interessados em participar da atividade devem se inscrever através do e-mailequipeviep@gmail.com

Dentro da programação do mês de dezembro do PCH, foi realizado na última segunda-feira (6) um treinamento para técnicos de Enfermagem. A atividade aconteceu no auditório do Cerest, Graça, próximo a Faculdade de Direito da Ufba.

Hanseníase – A hanseníase é uma doença infecciosa que atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, orelhas, olhos e nariz. A transmissão se dá por meio de uma pessoa doente que apresenta a forma infectante da doença e que, estando sem tratamento, transmite a doença por vias respiratórias (secreções nasais, tosses, espirros). A hanseníase, antigamente conhecida como lepra, pode causar incapacidades físicas que podem ser evitadas com o diagnóstico precoce e o tratamento imediato. Ela tem cura e o tratamento é oferecido gratuitamente pela Prefeitura de Salvador, através das unidades de saúde do Município.

O paciente pode se consultar com médico clínico em qualquer posto de saúde da capital baiana. Se diagnosticada a doença, ele é encaminhado para uma unidade de saúde próxima de sua residência com Programa de Controle da Hanseníase ou para uma das cinco unidades de referência do programa, onde terá acesso gratuitamente a consultas especializadas e medicamentos.

Sintomas – Os sinais e sintomas mais comuns da hanseníase são manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele, em qualquer parte do corpo, com perda da sensibilidade ao toque, dor ou mudança da temperatura (quente ou frio). A pessoa com Hanseníase se queima ou se machuca e não percebe ou sente nada., além da perda de força muscular, diminuição do suor e caroços pelo corpo.

A qualquer sinal da doença, o paciente deve procurar o médico. Em Salvador, o atendimento é feito em toda rede municipal e nas cinco unidades referência em hanseníase. São elas: Unidade Maria Conceição Imabassahy (Pau Miúdo), Mario Andréa (Sete Portas), CSU-Pernambués (Cabula/Beiru), PA Professor Clementino Fraga (Centenário) e PA Adroaldo Albergaria (Periperi).

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Salvador (BA)

Compartilhar