Secretaria de Saúde de Maringá (PR) convoca comunidade para combater o mosquito da dengue - CONASEMS
voltar

Gestão | 21/12/2010

Secretaria de Saúde de Maringá (PR) convoca comunidade para combater o mosquito da dengue

A campanha Natal sem Dengue foi lançada na Vila do Papai Noel e já está nas ruas e Unidades Básicas de Saúde
A campanha Natal sem Dengue foi lançada na Vila do Papai Noel e já está nas ruas e Unidades Básicas de SaúdeA Secretaria de Saúde de Maringá (PR) escolheu a Vila do Papai Noel, na Praça Napoleão Moreira da Silva, para lançar a campanha Natal sem Dengue, na segunda-feira (20), como forma de convocar a comunidade para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. “O verão promete ser quente e com muita chuva, condições ideais para a proliferação do mosquito e cada um precisa fazer sua parte”, disse o secretário de Saúde, Antônio Carlos Nardi, durante o lançamento da campanha.

O Natal sem Dengue abre uma série de campanhas com apelo ao envolvimento da comunidade no combate ao mosquito transmissor da doença. “Teremos nos próximos dias a campanha Ano Novo sem Dengue, depois as Férias sem Dengue, a Volta às Aulas sem Dengue, o Carnaval sem Dengue e sempre um apelo nas datas comemorativas para as pessoas eliminarem a água parada em qualquer ambiente”, diz Nardi.

Nesta etapa da campanha a proposta é sensibilizar as pessoas para o excesso de resíduos gerados na época. “As pessoas saem mais de casa, consomem mais, inclusive embalagens descartáveis que devem ser destinadas de forma correta para não ficarem no ambiente acumulando água e se tornando um foco do mosquito”, explica o secretário, lembrando que a maioria dos criadouros foram encontrados em resíduos que acumulam água abandonados em quintais e terrenos baldios.

A campanha alerta também que antes de viajar, as pesosas devem verificar as residências e no caso das empresas que entram em férias coletivas verificar os ambientes, especialmente os externos. É importante se certificar que as calhas estejam desentupidas, os ralos dos banheiros fechados e desobstruídos, os ralos de tanques em áreas abertas livres para não acumular água, vasilhames e baldes de água protegidos da chuva e pratos de vasos com areia.

Nas residências onde são mantidos animais é preciso cuidado com os recepientes de servir água, que devem ser lavados pelo menos uma vez por semana com escova e detergente. As piscinas e fontes devem ter a água tratada e os reservatórios mantidos com tampa ou tela. “Se cada um fizer sua parte eliminamos o mosquito e os riscos de epidemia”, reforça Nardi.

Durante os próximos dias, com o comércio aberto até mais tarde, agentes ambientais estarão nas principais vias comerciais da cidade levando a campanha Natal sem Dengue aos consumidores. Nas Unidades Básicas de Saúde os funcionários estão orientando os usuários para a importância de se eliminar água parada. Além disso, a Secretaria está com campanhas na mídia atingindo toda a comunidade.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá (PR) 

Compartilhar