Prontuário eletrônico de Curitiba é destaque em publicação da Opas - CONASEMS
voltar

Gestão | 18/12/2010

Prontuário eletrônico de Curitiba é destaque em publicação da Opas

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativaExperiência pioneira de Curitiba, ferramenta é detalhada em publicação assinada pela Opas com outras organizações do setor

O prontuário eletrônico usado há 11 anos na rede de unidades de saúde da Prefeitura – registro on line de cada atendimento prestado aos usuários da rede de atenção básica – está entre as experiências bem-sucedidas integrantes do livro que a Organização Panamericana de Saúde (Opas) lançou em Brasília, terça-feira (14), em parceria com o Ministério da Saúde e os conselhos de secretarias estaduais e municipais do setor. O lançamento aconteceu no encerramento do ciclo de debates sobre o tema Os Desafios do Sistema Único de Saúde (SUS). A secretaria da Saúde de Curitiba, Eliane Chomatas, participou do evento.

Intitulada Inovação nos Sistemas Logísticos, a publicação integra uma série de livros técnicos destinada a inspirar os gestores do sistema público de saúde a aprimorar as ações dirigidas aos usuários das unidades básicas e de Saúde da Família. Ela é o resultado do trabalho do grupo técnico do Laboratório de Inovação sobre Sistemas Logísticos nas Redes de Atenção à Saúde e apresenta também a experiência de Guarulhos (SP) com o seu complexo regulador municipal e a de Minais Gerais, com o sistema estadual de transporte em Minas Gerais.

Ferramenta – Segundo Eliane Chomatas, o prontuário eletrônico de Curitiba foi escolhido para figurar entre as experiências exitosas por ser o pioneiro no Brasil e pelos resultados apresentados. Ele abrange cadastros dos cerca de 70% da população da cidade que usam o SUS, além de freqüentadores ocasionais da rede municipal de saúde. É o caso de quem tem acesso a convênios médicos e atendimento particular mas comparece às unidades de saúde, por exemplo, para se vacinar ou retirar medicamentos para tratamento de HIV / AIDS.

“O prontuário é uma ferramenta essencial ao trabalho em rede, que baliza todas as ações da Secretaria Municipal da Saúde, porque facilita a compreensão mais rápida das demandas e a tomada de decisões proporcional a essas necessidades”, explica. Nele são registrados todos os tipos de atendimento prestados a cada usuário – como consultas básicas, vacinas, curativos, agendamento de exames e consultas especializadas. O acompanhamento dos usuários cadastrados em programas específicos – como o de hipertensos e diabéticos e o Mãe Curitibana, de atenção materno-infantil – também é registrado no prontuário.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curitiba (PR) 

 

Compartilhar