Programa de humanização voltado a gestantes deve ser retomado a partir de fevereiro em Prudente - CONASEMS
voltar

Gestão | 10/01/2011

Programa de humanização voltado a gestantes deve ser retomado a partir de fevereiro em Prudente

humaniza-sus-300x268
humaniza-sus-300x268Oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde desde setembro de 2009, o Programa de Humanização das Ações de Atenção Integral a Gestante realizou o acompanhamento de 44 mulheres grávidas em 2010. Conforme a auxiliar de enfermagem, Carla Ribeiro da Silva Jesus, o trabalho, que deve ser retomado a partir da segunda quinzena de fevereiro, consiste em oferecer gratuitamente orientações e acompanhamento com profissionais da saúde. “O objetivo é tirar todas as dúvidas das mães e tranquilizá-las sobre algumas preocupações comuns do período gestacional”, explica. Para este ano, adianta ela, a pretensão é aumentar o número de atendimento.

De acordo com a auxiliar de enfermagem, todas as gestantes que fazem o pré-natal no Palácio da Saúde são convidadas a participarem das reuniões realizadas quinzenalmente no anfiteatro da Secretaria de Saúde. E as gestantes que fazem o acompanhamento em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que não oferecem o serviço, são informadas sobre as reuniões pela equipe da UBSs ou por colegas que conhecem o trabalho.

No ano passado foram formados três grupos de mulheres grávidas. Segundo Carla Ribeiro, as gestantes participam de nove reuniões, com dois temas por dia que são trabalhados por profissionais da área. Entre os assuntos tratados nas palestras estão temas voltados à mãe e ao bebê. Os principais são: o papel da mulher na sociedade; a importância da alimentação correta na gestação; a importância de fazer o pré-natal; os cuidados com a criança desde o nascimento até os cinco anos de idade; saúde bucal tanto para as mães quanto para os bebês; planejamento familiar; orientação sobre os métodos contraceptivos e as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST); a hora do parto e amamentação.

Por fim, as grávidas têm aulas práticas para aprender dar o banho de balde, na banheira e fazer a troca de fraudas. “A hora do parto e a amamentação são os maiores medos das mães. Mas aqui nós esclarecemos todas as dúvidas e as orientamos sobre como agir no momento de ganhar o bebê, falamos que elas têm direito a um acompanhante no parto e isso acalma as mães de primeira viagem. Depois que voltam aqui para vacinar a criança, elas comentam que foi tranqüilo porque já estavam preparadas”, relata.

O trabalho, coordenado pela assistente social Jacqueline Bento Martinho Rocha, tem o envolvimento de mais 14 profissionais da saúde, entre elas, a assistente social Aparecida Clarice e Silva Nascimento, as fonoaudiólogas Celi Isabel Pauletti Chaves e Luciana Pereira Costa, as psicólogas Fátima Eva dos Santos, Maria do Socorro Furlan e Wafak El Monayari, a cirurgiã dentista Jorcely Garcia de Moura Saical, a fisioterapeuta Liliane Sampaio Gardin Ferrari, as enfermeiras Maria Celeste Peruqui e Marilza Domingos da Silva Lourenção, a nutricionista Rosimary Aparecida Leme Trevisan, a médica pediátrica Nancy Berdomo Lobo, a auxiliar de enfermagem Carla Ribeiro da Silva Jesus e no último grupo entrou a farmacêutica Jaqueline Amaral de Carvalho.

Serviço – Para mais informações o Palácio da Saúde fica na Avenida Brasil, 326, o telefone para contato é 3226-3400.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Presidente Prudente 

Compartilhar