Profissionais dos PSF's passam por capacitação em Saúde Mental em Poços de Calda (MG) - CONASEMS
voltar

Gestão | 03/12/2010

Profissionais dos PSF’s passam por capacitação em Saúde Mental em Poços de Calda (MG)

DSC00067
DSC00067Profissionais das unidades do Programa Saúde da Família (PSF) e do Programa de Saúde Mental participaram, nos dias 25 e 26 de novembro, do Curso de Capacitação em Saúde Mental, organizado pela Secretaria Municipal de Saúde e ministrado pelo psiquiatra Alexandre de Araújo Pereira, professor da Unifenas. O curso aconteceu no salão de convenções do Hotel São Francisco, de 8h às 11h e das 13h às 17h.

“Pela nossa dificuldade em contratar determinados profisisonais, entre eles o psiquiatra, temos uma demanda muito grande no serviço, que conta com apenas um profissional, além de equipe multidisciplinar. Portanto, estamos investindo na capacitação do pessoal da Atenção Básica, para que um número maior de casos possa ser resolvido na própria unidade de saúde dos bairros”, destaca dr. Júlio Balducci, secretário de saúde. Um trabalho semelhante foi desenvolvido no início deste ano, capacitando equipes de PSF para cardiologia e diabetes e, na avaliação do secretário, teve um resultado muito bom, diminuindo a procura pelo atendimento de nível secundário, com especialistas.

A orientação do professor Alexandre de Araújo Pereira segue neste sentido, aprimorando e qualificando os funcionários “para que eles possam dar uma resposta mais eficaz para os pacientes que estão no PSF ou posto de saúde e também melhorar a relação da Saúde Mental com a atenção primária, ou seja, criar uma situação mais colaborativa entre esses profissionais e estruturar melhor a rede de atenção à saúde mental no município”, explica.

“As demandas psicossociais são muito frequentes em todos os níveis de atenção, principalmente na primária, que é a porta de entrada de todos os serviços. Neste sentido, acredito que seja importante que os profisisonais possam dar conta do que é mais frequente no seu nivel de atenção e aqueles casos mais complexos, possam contar com a equipe de Saúde Mental, no sentido de parceria, de cuidados neste caso”, conclui o professor.

Hoje, o atendimento em Saúde Mental no municipio é realizado através do Programa Municipal de Saúde Mental, que possui um Ambulatório de Álcool e Drogas e o Ambulatório de Saúde Mental, além do Caps (Centro de Atendimento Psicossocial). O municipio possui ainda 25 equipes de PSF e outros três postos de saúde, totalizando 28 unidades básicas de saúde que realizam o atendimento primário.

A expectativa do secretário de Saúde é que, com esta capacitação, quem saia ganhando são os pacientes. “Se cada unidade fizer o atendimento da forma como é preconizado, nós iremos evitar esta grande demanda para a especialidade da psiquiatria e consequentemente acabaremos com as longas filas de espera, dando à população um atendimento cada vez melhor, abrangendo todas as áreas, não só a clinica medica mas também a psiquiatria, que sem duvida, é muito importante”, destaca o secretário.

A politica de incorporação da saúde mental na atenção básica vem sendo discutida há pelo menos dez anos pelo Ministério da Saúde, no sentido de potencializar as ações dos PSF’s.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Poços de Calda (MG)  

Compartilhar