Prefeita de Fortaleza lança campanha 2011 de combate à dengue - CONASEMS
voltar

Gestão | 14/02/2011

Prefeita de Fortaleza lança campanha 2011 de combate à dengue

Degue_selo
Degue_seloCampanha vai reforçar o incentivo à participação da sociedade na mobilização. Foi lançada ainda nova cartilha para agentes de saúde

A Prefeitura de Fortaleza lançou nesta segunda-feira, 14, a Campanha Municipal 2011 de Combate à Dengue. Os principais destaques desta campanha são o incentivo à participação direta dos cidadãos, em grupos organizados, como multiplicadores da mobilização e o foco na ação do agente comunitário de saúde no trabalho de prevenção à doença. O lema “Dengue na minha casa não” ganhou novas variações – como “Dengue na minha empresa não” e “Dengue no meu prédio não” –, que farão parte da nova estratégia de parcerias com organizações e grupos da sociedade civil, e foi lançada uma nova cartilha, de orientação aos agentes comunitários de saúde no combate à dengue.

O lançamento ocorreu no final da manhã desta segunda-feira, no Paço Municipal, com a participação da prefeita, Luizianne Lins, do secretário municipal de Saúde, Alexandre Mont’Alverne, e da gerente da Célula de Atenção Básica, Lídia Costa. Durante o evento, a prefeita fez a entrega simbólica da cartilha “O Agente Comunitário de Saúde no Controle da Dengue”, uma publicação Ministério da Saúde reproduzida pela Secretaria Municipal de Saúde, e foram apresentadas as novas peças publicitárias para TV, rádio e meios impressos.

“Essa cartilha é dedicada ao agente comunitário de saúde no controle da dengue. São eles o elo mais forte do governo com o povo, é quem vai conseguir promover a conscientização”, afirmou Luizianne Lins. A prefeita destacou ainda que os 2.604 agentes do Município são responsáveis por mais de 260 mil visitas domiciliares por mês, dentro da estratégia do Programa Saúde da Família (PSF).

“Nós estamos estendendo essa mobilização ‘Dengue na minha casa não’ também para ‘Dengue na minha empresa não’, ‘Dengue na minha loja não’, ‘no meu canteiro de obras não’, ‘na minha indústria não’, e temos tido parcerias importantes”, ressaltou Alexandre Mont’Alverne. A campanha vai buscar parcerias e incentivar a criação de comitês populares como estratégia de combate à dengue. O secretário citou o caso da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), que contribuirá na produção de folders e bottons e fará uma grande mobilização entre os dias 28 de fevereiro e 4 de março, que deve atingir um público de cerca de 140 mil trabalhadores.

A gerente da Célula de Atenção Básica, Lídia Costa, apontou ainda a existência de importantes contribuições de outros setores da Prefeitura, como a Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização (Emlurb) e a Secretaria Municipal de Educação, além da sociedade civil, no combate à dengue. O Município não apenas tem um grande contingente de pessoas trabalhando contra a doença, afirma Lídia, como sabe que tem de “fazer com que a cidade inteira se envolva nesse enfrentamento”.


Assessoria de Comunicaçãod a Secretaria de Saúde de Fortaleza  

Compartilhar