População de Barra Mansa (RJ) doa sangue para vítimas da Região Serrana - CONASEMS
voltar

Gestão | 18/01/2011

População de Barra Mansa (RJ) doa sangue para vítimas da Região Serrana

18.01.11._Doao_de_Sangue_para_vitimas-_R._Serrana__Paulo_Dimas_17
18.01.11._Doao_de_Sangue_para_vitimas-_R._Serrana__Paulo_Dimas_17Objetivo é aumentar número de doadores no município

Solidariedade. É o que a população de Barra Mansa demonstrou na manhã desta terça-feira, dia 18, na campanha de doação de sangue para as vítimas da tragédia na Região Serrana. Durante toda manhã, o ônibus da Hemorio, da Secretaria de Saúde, ficou estacionado na Avenida Joaquim Leite, no Centro, para doações. Como as doações feitas no ônibus não podem ultrapassar 50 bolsas de sangue, a campanha continuará nos outros dias no Hemonúcleo.

De acordo com o coordenador do Hemonúcleo, Flávio Marcos Simões Fagundes, o número de doadores depois das chuvas aumentou consideravelmente. “Depois das chuvas constantes e da tragédia na Região Serrana, recebemos um número elevado de doadores. Tínhamos uma média de 15 doadores por dia e este número subiu 40%. Hoje estamos recebendo uma média de 35 doadores/dia. Este aumento é muito bom, porque nos meses de janeiro a março a quantidade de doadores costuma diminuir bastante”, comenta Flávio, acrescentando que a captação de sangue será para abastecer o Hemonúcleo do município, outros Hemocentros da região e o Hemorio, em caso de necessidade.

Ainda de acordo com o coordenador, a maior parte de doadores são do sexo masculino – segundo ele, as mulheres têm receio de doar sangue. “Os homens continuam sendo a maioria e representam 70% dos nossos doadores. Existe muito mito sobre doação de sangue e as mulheres, por medo, acabam não doando. O tipo sanguíneo que continua em falta na unidade é o tipo O, fator RH negativo”, comenta Flávio.

O prefeito Zé Renato reforça a importância da ação e pede o apoio da população para que continue doando sangue. “Doar sangue é um ato de solidariedade simples e que tem o poder de salvar vidas. Ações como esta são essenciais e contar com a ajuda da população é sem dúvida muito importante. Espero que as pessoas continuem ajudando e compareçam ao Hemonúcleo amanhã, dia 19, e na próxima semana, para doar sangue”, conta ele.

A população aprovou a iniciativa, como contam a dona-de-casa Adriana Aparecida da Silva Medeiros e a fisioterapeuta Paula Lúcia Arantes. “Já sou doadora há cerca de cinco anos, mas faz tempo que não doava sangue. Estava passando pelo Centro e parei para doar. Acho muito importante a iniciativa e agora vou ser mais assídua”, comenta Adriana. “É a primeira vez que vou doar sangue. Passei pelo Centro da cidade, vi o ônibus e resolvi contribuir com a campanha. É muito importante ações como esta que ajudam as pessoas e acho que deveriam ter mais campanhas neste sentido. Agora vou continuar doando sangue”, conta Paula.

Para doar – Para doar sangue, a pessoa deve levar um documento de identidade, ter boa saúde, ter dormido bem na noite anterior, não estar em jejum e nem ter ingerido bebida alcoólica e alimentação gordurosa 12 horas antes da doação. A idade do doador é de 18 a 65 anos e ele precisa pesar no mínimo 50kg. Não pode doar sangue quem teve hepatite depois dos 10 anos de idade, gestantes e lactantes.

A doação dura em média 20 minutos e os candidatos passam por uma triagem antes de fazer a doação. Todo o material utilizado é descartável e oferece total segurança. Além disso, o doador tem direito a um dia de folga no trabalho. Os homens podem doar a cada três meses e mulheres a cada quatro meses. O Hemonúcleo de Barra Mansa fica no prédio anexo à Santa Casa de Misericórdia, na Rua Pinto Ribeiro, nº 205 A, Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 12 horas. Telefone: (24) 3322-8430.


Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Barra Mansa (RJ) 

Compartilhar