Passo a passo: como emitir o seu Certificado Nacional de Vacinação? - CONASEMS
voltar

Atenção Básica | 25/10/2021

Passo a passo: como emitir o seu Certificado Nacional de Vacinação?

A partir desta sexta-feira (22), brasileiros que tomaram doses de vacina Covid-19 de imunizantes diferentes vão poder emitir o Certificado Nacional de Vacinação contra a doença. A função foi liberada pelo Ministério da Saúde e o Certificado pode ser emitido por meio do aplicativo “Conecte SUS”, disponível para download em todas as lojas de aplicativo de smartphones. O certificado pode ser emitido somente pelo cidadão que estiver com o esquema vacinal primário completo, ou seja, depois de receber a segunda dose ou dose única do imunizante.

Cabe ressaltar que o Ministério da Saúde orienta intercambialidade de vacinas apenas para grávidas e puérperas, excepcionalmente, para casos notificados de reações alérgicas a pessoas que tomaram a AstraZeneca e que tiveram alguma reação Tromboembólica, conforme orientação do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina Covid-19 (PNO). Quem recebeu vacinas no esquema de intercambialidade deve ser orientado sobre as limitações dessa modalidade e os riscos que ela pode oferecer.

Saiba mais aqui

Passo a passo para emissão do certificado de vacinação

1 – Antes de tudo, tenha o aparelho celular nas mãos. Acesse a loja de aplicativos oficial de seu sistema operacional e então busque por “Conecte SUS”. Possivelmente, o primeiro aplicativo que aparecerá como disponível é o que deverá ser instalado. Siga o procedimento padrão do sistema e realize o download.

Para fazer login no aplicativo, é preciso estar cadastrado no sistema do governo federal. O processo de credenciamento é bastante simples, você só precisa informar um e-mail de uso comum ou o número de seu CPF. Isso pode ser feito diretamente na página do app, sem a necessidade de acesso a um outro site.

2 – Após o login realizado, tenha em mente de que, para a emissão do certificado de vacinação contra covid-19, é preciso já ter tomado todas as doses recomendadas pelo Ministério da Saúde. Além disso, pode ser que o sistema demore até 10 dias úteis após a data de vacinação para ser atualizado, deixando disponível todos os dados necessários para que a emissão seja concluída com sucesso.

De acordo com o que o Ministério da Saúde divulgou, os dados que o aplicativo disponibiliza são enviados pela Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS). Caso isso não seja feito de forma instantânea no ato da vacinação, é necessário solicitar à secretaria estadual ou municipal de saúde de sua cidade que enviem as informações sejam às competências específicas.

Se ainda assim você não conseguir encontrar as suas doses da vacina contra a covid-19 no aplicativo Conecte SUS, verifique o campo “Fale com o Conecte SUS” e escreva todos os detalhes do problema que está enfrentando.

Dentro do app, dois tipos de documentos distintos podem ser emitidos: o certificado específico da campanha de vacinação contra a covid-19 e a carteira de vacinação

Para obter o certificado específico da campanha de vacinação contra a covid-19 , vá até a aba dedicada a “Vacinas”, localizada no menu lateral. Nela, você poderá visualizar todas as informações sobre os imunizantes, como lote e fabricante, além do local e data da aplicação das doses. Depois checar isso, basta seguir com a sua solicitação e clicar sobre “Certificado de Vacinação” — lembrando que essa opção só irá aparecer se todas as doses já tiverem sido aplicadas.

Automaticamente, o sistema emitirá o certificado em um QR Code, que poderá ser salvo em PDF nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola. Para isso, é preciso clicar sobre a bandeira do país representante das respectivas línguas.

Para acessar a carteira de vacinação digital, basta ir novamente à aba “Vacinas”. Siga basicamente os mesmos passos e tenha sua carteira digital de imunização à sua disposição.

Compartilhar