Orientações técnicas

Programa de Governança da Informação para a Gestão Municipal do SUS


Programa de Governança da Informação para a Gestão Municipal do SUS é a estratégia para articular as instâncias tripartite de governança da informação e impulsionar a Gestão da Informação pelo gestor municipal, de forma a ampliar a qualidade do dado coletado, agilizar o acesso a informações e melhorar a tomada de decisão. Os atuais sistemas de coleta de dados e disseminação de informações no SUS vêm sofrendo impacto das tecnologias conhecidas por Saúde Digital.

Saúde Digital vem sendo apontada como uma inovação disruptiva que está ajudando a viver mais, ampliando a participação do indivíduo no cuidado, otimizando o uso dos recursos disponíveis com melhoria da qualidade do cuidado à saúde e reduzindo custos. Espera-se em futuro breve a incorporação da chamada detecção digital de doenças (DDD) aproveitando os benefícios das tecnologias que ampliam e agilizam os acessos aos dados de saúde.

Os dispositivos móveis com acesso à nuvem de armazenamento de dados, embora tragam questões importantes relacionadas à privacidade do indivíduo possibilitam a coleta e transmissão de dados clínicos em tempo real, demonstrando ser aliado na redução de danos e em salvar vidas.

No Brasil, a Pesquisa TIC Saúde 2017 apontou desafios para a universalização do acesso à Internet nos estabelecimentos públicos de saúde, 28% das UBS foram identificadas sem acesso à internet, com predomínio na região norte. E, que quanto aos serviços oferecidos aos pacientes via internet, no setor público apenas 11% possibilitam a visualização do prontuário. Também dimensionou que para os profissionais, a implantação de sistemas eletrônicos melhorou a eficiência nos atendimentos (85% dos médicos e 87% dos enfermeiros).

Nesse cenário, a Gestão Tripartite do SUS, apoiada pela PNISS e pelo documento de Estratégia e-Saúde para o Brasil, pauta a informatização dos Serviços de Saúde com o objetivo de implantar o Prontuário Eletrônico em todos os municípios do país. E, o Ministério da Saúde disponibilizou o aplicativo “Meu digiSUS” no qual o cidadão tem acesso aos seus dados de saúde e As iniciativas são recentes, porém alertam os gestores para a qualidade dos dados que estarão disponíveis para continuidade do atendimento à saúde e gestão do SUS.