Olinda participa da implantação do projeto de doenças negligenciadas - CONASEMS
voltar

Gestão | 06/11/2010

Olinda participa da implantação do projeto de doenças negligenciadas

O encontro propõe o controle e eliminação de enfermidades tropicais e infecciosas conhecidas e reconhecidas pela Organização Mundial de Saúde nos municípios de Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes

A Secretaria de Saúde de Olinda participou nessa semana, de quarta até sexta-feira (26 a 28), juntamente com os
municípios de Recife e Jaboatão dos Guararapes, no auditório do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP), de uma oficina de trabalho para implantação do projeto que visa prevenir, controlar e eliminar enfermidades tropicais e infecciosas, conhecidas e reconhecidas pela Organização Mundial de Saúde – OMS – como doenças negligenciadas (esquistossomose, hanseníase e filariose). Além da presença de técnicos dos três municípios, o encontro contou com a participação de representantes da OMS, Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), Banco Mundial, FIOCRUZ, Lika e IMIP.    

As Doenças Negligenciadas e outras doenças infecciosas relacionadas com a pobreza continuam a representar um problema de saúde, particularmente para a população mais pobre. Apesar de existirem estratégias, meios diagnósticos e tratamentos eficazes, continuam a existir barreiras que impedem o acesso das populações acometidas e que se encontram sob risco.  

O enfrentamento desse problema foi motivado com a aprovação dos países das Américas de uma resolução durante o Conselho Diretivo da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), em 02 de outubro de 2009, comprometendo-se a acelerar a eliminação ou o controle dessas doenças. E, para garantir a implementação dessa resolução e aliviar a carga desproporcional imposta por esse grupo de doenças, a OPAS, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Instituto Sabin têm trabalhado para mobilizar recursos e garantir o necessário apoio das autoridades nacionais. 

 A implantação desse plano tem como objetivo apoiar implementações de ações integradas para acelerar a eliminação e o controle da Filariose Linfática, Hanseníase, Esquistossomose e outras Helmintíases, nos municípios envolvidos. Para tanto, serão desenvolvidas e intensificadas atividades integradas com ações de atenção básica existentes nesses municípios, por intermédio da Estratégia de Saúde da Família e de Saúde do Escolar.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Olinda

Compartilhar