voltar

Gestão | 21/12/2018

Manual do Gestor ganhará edição revisada e ampliada em 2019

O Manual do Gestor Municipal do SUS lançado pelo Conasems em parceria com o Cosems/RJ e o Laboratório de Pesquisa e Integralidade em Saúde da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (LAPPIS/IMS/UERJ), em janeiro do ano passado, ganhará uma edição revisada e ampliada. Em julho de 2019, durante o 36º Congresso Conasems, será lançado o conteúdo com quatro capítulos novos para contemplar as demandas dos secretários e secretárias de saúde de todos os estados do país.

As personagens e o cenário se mantém: Olga segue como gestora municipal da Vila SUS e dá o fio condutor da narrativa e dos diálogos de todos os capítulos temáticos. “A forma como essa narrativa foi elaborada trata de uma mudança fundamental de criar nexo e movimento com o leitor que vai ter esse manual em mãos. Essa é uma leitura que tem que fazer parte da vida de quem defende a saúde pública no país. A partir do momento em que vamos dar mais movimento para a narrativa da Olga, conseguimos materializar esses conteúdos para apropriação no dia a dia dos serviços de saúde e nas comunidades”, defende a coordenadora do LAPPIS da UERJ, Roseni Pinheiro.

O Conselho Editorial do Manual do Gestor é formado por especialistas da academia e da gestão

O capítulo sobre financiamento, por exemplo, será inteiramente reformulado para explicar em detalhes o que muda com a publicação da Portaria 3.992, que alterou o modelo de “caixinhas” adotado pelo Ministério da Saúde em Bloco de Custeio e Bloco de Investimento. Os capítulos novos tratam de gestão da informação, regionalização, governança e gestão da atenção especializada de média e alta complexidade e regulação do SUS no município.

“Acho de fundamental importância essa 2ª edição porque ela traz para os novos gestores de saúde e para os que já estavam atuantes novas perspectivas sobre o SUS. A atualização do conteúdo é fundamental para consolidar novidades significativas que tivemos no período, como a mudança do modelo de financiamento do SUS”, pontua a presidente do Cosems/RJ, Maria Conceição de Souza. O vice-presidente do Conasems, Charles Tocantins, defende que o Manual do Gestor é um instrumento exitoso na qualificação dos gestores de saúde do país. “Através de uma leitura agradável e contextualizada com o dia a dia dos secretários e secretárias de saúde, o Manual, além de contar com informações sobre o SUS, legislação e informações gerais, ele tem a preocupação de orientar os gestores a estarem atentos aos seus respectivos planejamentos”, finalizou Charles.

Confira a primeira edição – “Manual d(a) Gestor(a) do SUS – Diálogos no cotidiano”.