voltar

Coronavírus | 24/07/2020

Live Conasems: o uso da oximetria no enfrentamento da Covid-19 será debatida nesta terça, 28/07

Nesta terça-feira (28), às 15h, o Conasems vai realizar uma transmissão ao vivo com objetivo de estimular o uso de oxímetros no combate precoce ao coronavírus. A live vai contar com a presença de convidados do “Projeto Alert(ar)”, iniciativa que tem a parceria de entidades médicas, empresas e lideranças comunitárias, além de secretarias municipais de saúde. Com objetivo de conscientizar a população sobre o uso frequente do oxímetro em casos suspeitos de Covid-19, além de disponibilizar milhares de aparelhos para municípios de todos os estados do país.

A live no Canal Conasems convidou representantes da SBI, o Instituto Estater e o Secretário Municipal de Saúde de Campinas-SP, Dr. Carmino Sousa para o debate sobre as ações e uso de oxímetro. 

Participantes: 

SBI
Clovis Arns, médico Infectologista, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI)

Instituto Estáter
Pércio de Souza, engenheiro, empresário e fundador do Instituto Estáter 

Conasems
Carmino Antonio de Souza,
Secretário Municipal de Campinas 

Mauro Junqueira, secretário-executivo

A live acontece nesta terça-feira (28), às 15h. Acesse pelo link:

Saiba Mais

Todos pela Saúde teve como objetivo a distribuição de oxímetro portátil de dedo a Unidades Básicas de Saúde – UBS e serviços relacionados ao primeiro contato com o paciente. Para definir o quantitativo de oxímetros por município foi utilizado a base de dados do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES) de fevereiro de 2020 e Sistema de Informações para a Atenção Básica (SISAB) de dezembro de 2019 a fevereiro de 2020, a métrica consideradas para distribuição foi: Quantitativos de Equipes de Saúde da Família – ESF e Equipes de Atenção Primária – EAP (alocadas nas Unidades  Básicas de Saúde); Quantitativos de Unidades Básicas Tradicionais (Postos de  Saúde sem ESF ou EAP); Quantitativos de Unidades Básicas de Saúde Fluviais – UBSF Quantitativos de Equipes de Consultório de Rua, Polo de Academia de Saúde, Unidade de Pronto Atendimento, Equipes Ampliadas de Apoio a Saúde da Família, Equipes de Atenção Domiciliar e Quantitativos de Equipes de Atenção Prisional. 

Valores totais obtidos (fonte Ministério da Saúde): 

Equipes de Saúde da Família – ESF e Equipes de Atenção Primária – EAP: 75.534;
Unidades Básicas Tradicionais: 16.816;
Unidades Básicas de Saúde Fluviais – UBSF:99;
Equipes de Consultório de Rua: 168;
Unidades de Pronto Atendimento: 1622;
Equipes de Atenção Prisional: 456;
Equipes de Atenção Domiciliar: 1.530;
Equipes Ampliadas de Apoio a Saúde da Família – NASF: 5.530;
Polo de Academia de Saúde: 2.815;
Ajustes: 11. (municípios sem nenhum tipo de serviço cadastrado no CNES)