Farmácias dos AMEs de Natal disponibilizam medicamentos aos usuários - CONASEMS
voltar

Gestão | 10/02/2011

Farmácias dos AMEs de Natal disponibilizam medicamentos aos usuários

arq4d53e5d2e641c_1
arq4d53e5d2e641c_1A farmácia do Ambulatório Médico Especializado (AME) Brasília Teimosa está sempre repleta de usuários. Com receitas nas mãos, os pacientes aguardam o atendimento dos farmacêuticos e auxiliares, para cumprir o tratamento prescrito pelos médicos do Ambulatório Médico Especializado.

A cena se repete diariamente em todos AMEs, deixando a comunidade satisfeita e aliviada. “Estou fazendo um tratamento que não tinha condições de realizar por conta do preço da pomada. Nunca tinha conseguido, mas já estou no final e toda vez que preciso, me consulto e recebo a medicação”, conta a dona-de-casa Elza Rafaeli Oliveira.

Segundo a gerente de farmácia da Associação Marca, co-responsável na gestão dos AMEs, Rallina Cavalcante, somente no AME da zona leste de Natal são distribuídas, em média, 250 mil unidades de medicamentos mensalmente. “O AME chegou para suprir uma carência da população. Nosso objetivo é manter um serviço de distribuição contínuo, que frise o uso racional de medicamentos, sem rupturas, garantindo a continuidade do tratamento do paciente”, explica.

A grade de medicamentos é a mesma para todas as unidades ambulatoriais da Prefeitura de Natal e são distribuídas de acordo com a quantidade prescrita pelo especialista, mediante apresentação do cartão de identificação e da receita médica. A grande procura, em todas as unidades do AME, é principalmente por anti-hipertensivos e antibióticos. Somente no mês de janeiro, foram distribuídos mais de 410 mil comprimidos para tratamento de hipertensos.

Em Brasília Teimosa a quantidade de anti-hipertensivos representa mais de 21%, cerca de 53 mil comprimidos, do total distribuído mensalmente. “A farmácia mantém o controle da distribuição e do estoque, para suprir a demanda. A intenção do AME é acompanhar a evolução do tratamento do paciente. Não adianta ele conseguir o medicamento para três meses, se em 30 dias pode ser necessário alterar a posologia, por exemplo.”, ressalta a farmacêutica do AME Brasília Teimosa, Andrezza Azevedo.

Respeitada pelos usuários, a equipe da farmácia, composta pelos farmacêuticos e auxiliares, já conquistou a simpatia e confiança da comunidade. “Além de me consultar e já conseguir levar para casa meu remédio ainda posso contar com um profissional que sabe me orientar sobre a quantidade e os horários em que devo tomar o remédio. É ótimo e tenho a certeza que essa caixinha aqui vai funcionar”, diz a cabeleireira Sidilania Gomes, de 28 anos.


Assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde de Natal  

Compartilhar