Impactos da judicialização na gestão dos leitos de UTI Covid-19 - CONASEMS
voltar

Impactos da judicialização na gestão dos leitos de UTI Covid-19

Nesta quinta-feira, 18 de março, às 15h, a Comissão da Saúde do Conselho Nacional do Ministério Público (CES/CNMP) realizará a primeira edição do seu novo projeto: um webinário periódico para debater assuntos relacionados aos eixos de atuação da Comissão. No programa de estreia, o tema em discussão será “Impactos da judicialização na gestão dos leitos de UTI/Covid-19”. Não há necessidade de inscrição para acompanhar a transmissão, que será feita pelo canal oficial do CNMP no YouTube.

A presidente da CES/CNMP, conselheira Sandra Krieger, explica que o projeto “Diálogos Interinstitucionais em Saúde” oferece novos suportes à intensa atuação da Comissão na efetivação de seus dois eixos programáticos estratégicos: a racionalização da judicialização em saúde e a necessidade de consolidação de uma política de saúde mental para a instituição.

“Ademais, estes diálogos entre instituições comprometidas com a efetivação da política pública de saúde permitem o alinhamento permanente dos temas estratégicos da Comissão da Saúde com os imensos desafios de atuação do MP brasileiro no contexto da pandemia de Covid-19”, explicou a presidente da CES/CNMP.

A condução do programa de estreia será feita pela conselheira Sandra Krieger. Para debater o tema com ela, foram convidadas a assessora técnica do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) Rita de Cássia Bertão e a secretária de Saúde do município de São João Batista/SC, Karin Geller. Após as apresentações, haverá um tempo reservado para que elas respondam perguntas dos que estiverem acompanhando a transmissão.

As convidadas

Graduada em Enfermagem com especialidade em Obstetrícia, Karin Geller é servidora efetiva do Governo do Estado de Santa Catarina e já atuou na gestão da Saúde Pública Municipal de Florianópolis como diretora de Regulação, Controle, Avaliação e Auditoria. Na Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, ocupou o cargo de diretora de Planejamento, Controle e Avaliação, além de ter atuado na Superintendência de Regulação.

Por sua vez, Rita de Cássia Bertão é especialista em Enfermagem de Saúde Pública, pela Escola Paulista de Medicina, e mestre em Saúde Coletiva, pela Universidade de Brasília. Hoje, no Conass, sua atuação tem ênfase na área de gestão.

Compartilhar