voltar

Atenção Básica | 08/09/2020

UNA-SUS oferta curso de Gestão da Clínica na Atenção Básica

Com carga horária de 60h, o curso tem como objetivo atualizar os profissionais de saúde sobre o tema para um atendimento cada vez mais integral, qualificado e organizado nas UBS

Profissionais de saúde e demais interessados em aprofundar os conhecimentos sobre gestão da clínica na Atenção Básica, já podem se inscrever na sexta oferta do curso desenvolvido pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), uma instituição integrante da Rede UNA-SUS. O curso, que já contabiliza mais de 60 mil matriculados – somadas todas as ofertas – é livre, totalmente gratuito e tem início imediato. As matrículas podem ser realizadas até 16 de setembro de 2020, pelo link.

A qualificação foi desenvolvida para atender a necessidade de aprimoramento das equipes multiprofissionais no que tange os processos de gestão da Assistência à Saúde dos usuários, a partir da compreensão dos desdobramentos e implicações da Gestão da Clínica em suas diferentes abordagens: individual e familiar.

A primeira oferta do curso superou, em poucas semanas, mais de 10.000 inscritos, enquanto na segunda oferta, foram mais de 17.500 inscritos e cerca de 5 mil profissionais certificados, o que confirma a necessidade de reoferta do curso e a importância deste na formação dos trabalhadores da saúde.

Com carga horária de 60h, o curso está organizado em quatro unidades: Gestão da Clínica, Gestão do acesso na Atenção Básica, Gestão do Cuidado – Abordagem Individual e Gestão do Cuidado – Abordagem Familiar.

Segundo a doutora em Enfermagem e conteudista do curso, Alísia Helena Weis, a gestão da clínica é um dos pontos mais importantes para qualificar a prática dos profissionais de saúde com base nas diretrizes clínicas, e, consequentemente, oferecer maior integração da equipe de saúde, organização do processo de trabalho e resolutividade das demandas dos usuários.

Para ela, o profissional só tem a ganhar com a ampliação do olhar sobre o usuário, suas necessidades e a comunidade, por meio da aplicação de diferentes instrumentos e estratégias clínicas para a organização do seu processo de trabalho, integração da equipe e resolutividade das demandas.

“Os conhecimentos adquiridos poderão ser refletidos em melhores resultados no acompanhamento do usuário e nas atividades coletivas com a comunidade, evitando problemas potenciais, diminuindo hospitalizações desnecessárias, reduzindo eventos adversos e provendo contato duradouro e humanizado entre profissionais de saúde e usuários. Assim, é possível qualificar o acesso constantemente, com melhor aproveitamento do tempo, a partir da sistematização de críticas e análise sobre a atenção prestada, recursos utilizados e impacto sobre a saúde das pessoas”, defende Weis.

Para o estudante goiano, Lucas Canêdo de Oliveira, o curso abordou de forma incisiva a importância da atuação mais humanitária do profissional da saúde diante das urgências da sociedade. “Descobri que atuar em uma UBS vai além do conhecimento técnico e científico exigido pela universidade, pois é preciso garantir a integralidade, a universalidade e a equidade perante as necessidades que o núcleo social nos apresenta. Ademais, percebi que as ações dos profissionais da saúde na Clínica de Atenção Básica transcendem o atendimento médico, ou seja, é necessária uma ampla abordagem dos determinantes sociais no contexto da vulnerabilidade social e na gravidade da doença apresentada pelo paciente, o que implica em um tratamento psicológico e terapêutico centrado no âmbito familiar e individual que seja efetivo e provoque resultados positivos ao enfermo”, relata.

Já a  enfermeira manauara, Kátia Lisboa Barros, destacou que o Curso de Gestão da Clínica na Atenção Básica da UNA-SUS/UFCSPA agregou conhecimentos, por tratar-se de um curso com conteúdos atualizados, focados para uma gestão que visa o melhor aproveitamento dos recursos humanos, materiais e de estrutura física onde ocorrem os atendimentos à população. “Esse curso mostrou-me que uma boa gestão só acontece quando, existe um profissional capacitado e com conhecimento da real situação da região/comunidade de atuação e em conjunto com a equipe multiprofissional e os usuários que são o foco do trabalho. Pude consultar o material sempre que senti necessidade de mais esclarecimentos e recomendo para quem tiver interesse em atualizar-se e adquirir mais conhecimentos”, enfatiza.

O médico paraense Maykon Gleiton Agostinho de Freitas, relata que teve uma excelente experiência de forma clara e objetiva, com um conteúdo de excelente qualidade e uma plataforma de muito fácil interação. “Recomendo o curso a todos os profissionais da saúde e principalmente os que atuam nas UBS”, incentiva.

Por fim, segundo o assistente social cearense, José Sampaio Bezerra, o curso foi de grande relevância para seu crescimento pessoal além do profissional, uma vez que o fez repensar o próprio fazer profissional, por meio de uma abordagem mais centrada nas necessidades de um cotidiano que requer ações estratégicas focalizada na pessoa e família, reciclando e aprimorando seu conhecimento e forma de abordagem no processo de trabalho. “Gostaria de parabenizar essa parceria da UNA-SUS/UFCSPA o qual rendeu um curso de altíssima qualidade com uma abordagem de temas atuais e uma didática que motiva aos alunos para uma participação ativa no processo dialógico de ensino e aprendizagem”.

Para saber mais sobre esse e outros cursos UNA-SUS, acesse www.unasus.gov.br/cursos.

 

Informações via UNA-SUS

Compartilhar