Diadema se prepara para enfrentar o crack - CONASEMS
voltar

Gestão | 11/02/2011

Diadema se prepara para enfrentar o crack

crack
crackRepresentantes do Ministério da Saúde e da Senad vêm ao município falar sobre o tema

O psiquiatra Marcelo Kimati, um dos autores do Plano Nacional de Enfrentamento do Crack, consultor do Ministério da Saúde e especialista em álcool e drogas, estará em Diadema na segunda-feira, dia 14, para participar de seminário sobre o assunto. Também estará no município, o coordenador nacional do Departamento de Subvenção Social da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), Manoel Teles de Menezes Neto.

Os convidados participam, no período da manhã, das 9h30 até 12h15, no auditório da Rede de Atenção à Criança e Adolescente de Diadema (Recad) de um seminário organizado pela Prefeitura, onde falarão sobre as diretrizes nacionais e ações estratégicas para enfrentamento do crack e outras drogas, financiamento e sua viabilidade em Diadema. Após as palestras haverá debate com os convidados.

Participam do seminário, secretários municipais e gestores das secretarias de Saúde, Assistência Social e Cidadania, Defesa Social, Esporte, Cultura, Educação, Comunicação e Planejamento. O evento será aberto a técnicos e profissionais da Prefeitura de Diadema com interesse no tema.

No período da tarde será realizada uma oficina de trabalho com representantes das secretarias municipais envolvidas e que formam o Grupo Intersetorial que terá a responsabilidade de elaborar o “Plano Integrado para o Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas da Prefeitura de Diadema”. O seminário e a oficina visam trazer subsidios para a construção do Plano, que elencará as propostas de programas de prevenção do uso das drogas, tratamento, reinserção de usuários, redução dos danos sociais e à saúde, entre outras ações.

Na oficina da tarde, além da apresentação e debate das ações que já são desenvolvidas ou que deverão ser criadas pelas secretarias municipais de Diadema,  será definido um cronograma de implantação do Plano, englobando o lançamento, gestão e o detalhamento das ações.

O evento de segunda-feira, dia 14, dá continuidade aos trabalhos que foram iniciados para a criação do Plano, a partir da primeira reunião sobre o tema, realizada em 15 de dezembro de 2010. Na ocasião, começou-se a estruturar a proposta, com a apresentação do Plano Nacional e da Política Nacional sobre Drogas, levantamentos de programas municipais e dos possíveis eixos programas e projetos que irão compor o Plano de Diadema.

Crack – Dados do Ministério da Saúde estimam que o número de usuários de crack subiu de 380 mil, em 2005, para 600 mil, em 2010. Também foi constatado que o consumo da droga, que inicialmente era restrito a São Paulo, espalhou-se por centros urbanos de todas as regiões, chegando também às pequenas cidades do interior. Hoje, o crack vem sendo consumido por adultos, crianças e adolescentes, de diversas classes sociais.  Ana Maria Machado

Serviço

Seminário e Oficina de Planejamento das Ações do Plano Integrado para o Enfrentamento do Crack e Outras Drogas de Diadema

Dia 14 – segunda-feira – das 9h às 18h

9h – Abertura

9h30 às 10h30-  Apresentação do Dr. Marcelo Kimati e Dr. Manoel Teles de Meneses

10h45 às 12h15 – Debate com os convidados

14h às 18h – Oficina de trabalho com o Grupo Intersetorial responsável pela elaboração do Plano Integrado para o Enfrentamento ao Crack e outras drogas.

RECAD  – rua Oriente Monti, 201 – Centro – Diadema


Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Diadema  

Compartilhar