Vivências do SUS nos recantos potiguares apresenta o projeto "Viva Leve", em Tibau do Sul - CONASEMS
voltar

COSEMS - RN | 10/06/2022

Vivências do SUS nos recantos potiguares apresenta o projeto “Viva Leve”, em Tibau do Sul

Localizado na primeira região de saúde do Rio Grande do Norte, o município de Tibau do Sul vêm desenvolvendo um projeto multidisciplinar, que busca a prevenção de doenças e promoção à saúde de caráter continuado. O “Viva Leve” foi idealizado pelo Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF). O município tem a frente da Secretaria Municipal de Saúde a gestora Jucileide Costa.

“Este projeto foi criado como estratégia para ampliar as atividades e ações em saúde do município. Devido a grande demanda de atendimentos nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), a equipe do NASF estava direcionada para os atendimentos ambulatoriais, deixando as atividades de prevenção e promoção à saúde como segundo plano”, frisou a secretária.

Ainda de acordo com Jucileide, o grande desafio foi estabelecer uma rotina de trabalho para os profissionais da equipe que favorecesse as atividades de prevenção e promoção à saúde, e não apenas os atendimentos de ambulatório.

“A proposta foi criar um grupo de saúde com os usuários do município, que contemplassem intervenções práticas de saúde e atividades educativas utilizando uma abordagem multidisciplinar”, esclareceu a secretária municipal de saúde, pontuando que a equipe de trabalho é formada por uma nutricionista, um profissional de educação física, um fisioterapeuta, uma fonoaudióloga, uma psicóloga e uma assistente social.

Segundo Jucileide Costa, o projeto é realizado quatro vezes por semana com dois polos de atividades distribuídos na cidade e atende toda população do município com as seguintes atividades: a prática regular de exercício físico, rodas de conversas, ações temáticas de saúde, avaliação periódica de saúde, musicoterapia, cozinha saudável, Auriculoterapia e Yoga.

ETAPAS

O projeto está na sua segunda etapa. Na primeira, houve a abertura de um polo de atividades. Na segunda, foi ampliado e aberto o segundo polo. Na terceira etapa, será estabelecido um sistema de transporte para condução dos participantes até os polos de atividades.

“O projeto teve início em janeiro de 2020 e foi paralisado em março de 2020 em razão da pandemia do Covid-19. Retomamos suas atividades em agosto de 2021 e segue ativo”, explica a secretária municipal de saúde, apontando que o projeto é financiado com recursos da Atenção Primária a Saúde.

“O projeto ‘Viva Leve’ ampliou as atividades e ações de prevenção a doenças e promoção à saúde de maneira integrada, articulada e continuada. Oferta práticas corporais e integrativas e atividades de educação em saúde. Além disso, as atividades realizadas promoveram melhoras nos aspectos relacionados a aptidão física, a saúde mental e ao controle dos fatores de risco para doenças crônicas”, avaliou Jucileide Costa.

VIVÊNCIAS

O “Vivência do SUS nos Recantos Potiguares” busca documentar e disseminar toda e qualquer experiência municipal, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e compartilhar ações dos municípios na perspectiva de integração da atenção primária à saúde, promoção à saúde, práticas integrativas e complementares, vigilância em saúde, gestão do trabalho e educação na saúde, urgência e emergência, assistência farmacêutica, rede hospitalar, centros para a Covid-19, enfrentamento da pandemia de Covid-19, serviços de referência e apoio de diagnóstico, entre outros temas relativos ao SUS.

“Mostrar e valorizar o cotidiano dos trabalhos de saúde, nos municípios potiguares, é nosso grande objetivo”, destacou a presidente do Cosems-RN, Maria Eliza Garcia (SMS Doutor Severiano), mostrando que o Projeto foi pensado para que o gestor municipal possa apresentar suas vivências do SUS ao mundo.

Confira detalhes e tire dúvidas sobre o Projeto: https://www.cosemsrn.org.br/noticia/confira-aqui/.

Compartilhar