Secretários capixabas se reúnem para debater a gestão municipal do SUS - CONASEMS
voltar

COSEMS - ES | 08/06/2018

Secretários capixabas se reúnem para debater a gestão municipal do SUS

Acontece desde quinta-feira (7) em Linhares, o IV Congresso de Secretarias Municipais de Saúde do Espírito Santo. Os principais assuntos tratados durante o encontro dizem respeito ao planejamento em saúde, governança e regionalização, qualificação da gestão e financiamento da saúde pública. Além dos gestores municipais de saúde do estado, participaram também a presidente do COSEMS/ES, Andreia Passamani, e o presidente do Conasems, Mauro Junqueira.

Andreia destacou positivamente a atuação do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do estado. “Temos muito que melhorar nosso SUS no Espírito Santo e é a partir dos municípios, a partir da construção de uma atenção básica melhor. Precisamos reverter esse fluxo de assistência no nosso estado na atenção especializada, porque a atenção primária precisa tomar conta do que é responsabilidade dela. O COSEMS vem fortalecendo os municípios nessa construção para que possamos construir um SUS melhor”, comentou.

Para uma gestão municipal mais fortalecida e resguardada de seus deveres na divisão tripartite do SUS, Mauro Junqueira defendeu que é preciso conscientizar sobre a situação real do sistema em todo o país. “Em 2017, os municípios aplicaram 31 bilhões de reais além do mínimo constitucional. Quem financia hoje o SUS é a esfera municipal. É fundamental unir forças com secretários municipais de planejamento, fazenda e outros para fazer com que o planejamento de gastos caminhe”, defendeu.

As críticas à Emenda Constitucional 95, que congelou o teto de gastos do Governo Federal, também marcaram o congresso. “Nós temos que aumentar os valores do financiamento federal. Se as prefeituras colocam 23,5% de recurso próprio na saúde, 25% de cota mínima para educação além das câmaras municipais, isso já somou mais de 50% do orçamento local. O outro montante de quase 50% é para pagamento de folha mensal. O que sobra para gerir um município hoje no Brasil é cerca de 4% da receita total da cidade”, explicou Mauro.

III Mostra Espírito Santo aqui tem SUS

Durante o evento também foi realizada a III Mostra Espírito Santo aqui tem SUS com a apresentação de 16 trabalhos com experiências capixabas. Desse total, quatro foram selecionadas para a mostra nacional, que será realizada junto com o XXXIV Congresso de Secretarias Municipais de Saúde, entre os dias 25 e 27 de julho, em Belém, no Pará.

 

Compartilhar