voltar

COSEMS - AL | 20/09/2019

Experiência da Secretaria de Saúde de Santana do Ipanema é destaque em evento nacional

A primeira reunião do Conselho Nacional de Representantes Estaduais (Conares) dessa gestão, que aconteceu até esta quarta-feira (18) em Brasília, contou com a apresentação geral do escritório do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Conasems) com todos projetos e produtos e lançado o 2º Episódio da 4ª Temporada dos Webdocs Brasil, aqui tem SUS.
O projeto Cine Teen sertanejo da Secretaria de Saúde de Santana do Ipanema – premiado na 16ª Mostra Brasil Aqui Tem SUS deste ano – foi criado em 2017 pela Secretaria Municipal de Saúde do município para atender a alta demanda de pacientes jovens com problemas psicológicos.

A apresentação foi prestigiada nessa segunda-feira (16) pelo vice-presidente do Conselho de Secretarias Nacionais de Saúde de Alagoas (Cosems) Rodrigo Buarque (gestor da Saúde de Jundiá), pela secretária executiva da entidade Sylvana Medeiros e pela secretária de Saúde de Santana do Ipanema Normanda Santiago, também vice-presidente da Região Nordeste do Conasems.
O projeto Cine Teen sertanejo da Secretaria de Saúde de Santana do Ipanema – premiado na 16ª Mostra Brasil Aqui Tem SUS deste ano – foi criado em 2017 pela Secretaria Municipal de Saúde do municípios para atender a alta demanda de pacientes jovens com transtorno mental.

A psicóloga e autora do projeto Cícera Gomes afirmou que os adolescentes fazem parte de uma faixa etária estigmatizada por alguns profissionais e percebeu que quando este público se auto-mutila ou tenta o suicídio não é para chamar atenção meramente, mas porque está precisando de ajuda. A partir de então foi pensado em algo mais atrativo – não em posto ou escola pois é espaço de obrigação – e se buscou um ambiente com cara de cinema para discutir uma vez pro mês e por meio de filmes e artes as temáticas q demonstram os conflitos da adolescência

A titular da pasta da Saúde de Santana, Normanda Santiago, ressaltou que o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) foi criado para dar suporte às Equipes Saúde da Família por meio de ações inovadoras. “A proposta do SUS é também proporcionar mudança na sociedade e cabe à gestão municipal implementar esta política. Os adolescentes que precisam de psicólogos e demais profissionais do Nasf, eles não buscam estes serviços, nós que procuramos as demandas repassadas pelas escolas e por meio de iniciativas inovadoras dar respostas positivas a este público”.

A psicóloga e autora do projeto Cícera Gomes afirmou que os adolescentes fazem parte de uma faixa etária estigmatizada por alguns profissionais e percebeu que quando este público se auto-mutila ou tenta o suicídio não é para chamar atenção meramente, mas porque está precisando de ajuda. A partir de então foi pensado em algo mais atrativo – não em posto de saúde ou escola – e se buscou um ambiente com cara de cinema para discutir uma vez pro mês e por meio de filmes e artes as temáticas que demonstram os conflitos da adolescência

Durante a reunião do Conares, o presidente do Conasems, Wilames Freire destacou a importância do projeto Fortalecimento dos Processos de Governança, Organização e Integração da Rede de Atenção à Saúde, do Conasems em parceria com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC), via Proadi SUS. “Para promover capacitação e aumento do protagonismo municipal no planejamento, governança e operação da Rede, o HAOC vem promovendo oficinas em todo o país. A ideia não é estabelecer como as coisas devem funcionar, mas construir caminhos em conjunto com os municípios e a partir dessas discussões formular diretrizes para a regionalização”, reforçou.
A primeira oficina do projeto aconteceu em Juazeiro no último dia 10, na região PEBA (Pernambuco e Bahia) e seguem durante os meses de setembro e outubro em Canoas-RS, Rio Verde-GO, Alfenas-MG, Porto Velho-RO e Crato-CE (região do Cariri).

Reportagem  – Mary Vanderley/COSEMS – AL