Continua combate a mosquito Aedes Aegypti em Juazeiro - CONASEMS
voltar

Gestão | 30/11/2010

Continua combate a mosquito Aedes Aegypti em Juazeiro

aedes_aegypti
aedes_aegyptiAções da Secretaria Municipal de Saúde de Juazeiro do Norte no combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, continuam sendo intensificados através do Departamento de Vigilância a Saúde. Na última 5ª feira, 25, foi realizado em Juazeiro o Dia D de Combate a Doença. O grande objetivo do encontro foi sensibilizar os segmentos organizados para serem agentes partícipes do combate a dengue.

Segundo Francisco José de Sá Macedo, coordenador de endemias, “em Juazeiro 90% dos focos da dengue ainda são encontrados dentro das residências”. No município está sendo realizado o 5º ciclo de visitas dos agentes de endemias e a LIRAa (Levantamento Rápido do Índice de Infestação de Aedes Aegypti) que esteve em 1,4, esta agora em 1,3%. O Ministério da Saúde orienta que o aceitável é abaixo de 1%. Em 2009 a LIRAa juazeirense foi de 2,1%, considerada elevada deixando as autoridades em sinal de alerta.

O Prefeito Dr. Santana como forma de minimizar focos da doença convocou 50 novos agentes aprovados em concurso público e apoiou o trabalho dos carros fumacê que atuaram junto aos bairros com números elevados de focos ou com casos confirmados da doença através da Vigilância Epidemiológica. Em 2010, o trabalho da saúde juazeirense foi diferenciado com a busca ativa de possíveis casos da doença sendo reconhecido à atuação dos profissionais da atenção básica. Em 2009 foram notificados apenas 23 casos da doença contra 1001 este ano.

A determinação do Prefeito é de mobilizar toda a população e fazer o dever de casa com busca de casos e sensibilização da população com o setor de endemias, mobilização social, atenção básica e imprensa. A TV Verdes Mares Cariri, por exemplo, tem divulgado sistematicamente as ações das autoridades de Juazeiro no combate a dengue. Na última semana, vários profissionais da saúde pública juazeirense estiveram na emissora falando sobre este assunto no Bom Dia Ceará e CETV 1ª Edição.

Outra determinação importante do Prefeito foi no sentido de se convocar nominalmente aproximadamente 40 agentes de endemias que estão ou de licença ou prestando serviço em outros setores. O prefeito foi muito claro ao dizer durante o encontro que “quem estiver doente passará por uma perícia médica e quem estiver afastado por influência política em outro setor ou quem sabe até parado, deverá retornar imediatamente ao campo”.

Segundo o setor de endemias, cada homem afastado deixa de visitar por dia 30 residências. Se 30 agentes, por exemplo, voltarem às atividades normais serão 900 imóveis a mais visitadas por dia. Isso corresponde a 3.600 por semana, 14.400 por mês e 172 mil por ano. Todos os presentes a reunião elogiaram a decisão moralizadora do Dr. Santana.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Juazeiro

Compartilhar