Combate à dengue em Parintins (AM) é intensificado - CONASEMS
voltar

Gestão | 15/01/2011

Combate à dengue em Parintins (AM) é intensificado

14331_ex
14331_exTrês unidades de saúde do sistema municipal realizaram ações de prevenção e combate à dengue. As ações têm a parceria direta da comunidade e de setores da administração pública, como a secretaria de obras e as gerências de endemias e ambiental. A policlínica Tia Leó mobiliza seu corpo técnico para operação de inspeção em quintais e orientação aos moradores para por fim ao lixo que pode facilitar a formação da dengue. No Itaúna II, a direção e os servidores do Centro Aldrin Verçosa também se mobilizam na primeira ação preventiva ao mosquito da dengue com orientação aos moradores na limpeza de quintais das ruas 5 e 11, onde agentes de endemias e ambientais localizaram criadouros de larvas do aedes Aegipty. Nas ruas Nhamundá e Barreirinha, entre o Palmares e Santa Rita, os técnicos do centro Darlinda Ribeiro também mobilizaram os moradores  ara a primeira ação de prevenção e combate à dengue.

João Novo

Uma equipe de técnicos da gerência de Endemias e Controle Vetorial da Vigilância em Saúde do município promoveu operação de termonebulização no conjunto João Novo. A equipe realizou fumacê em todas as ruas do bloco I do conjunto e avançou pelas ruas do bloco II. Segundo a coordenadora da vigilância em saúde, Cláudia Ramos, no fumacê foi usado o veneno para o mosquito da Dengue.

Laudos

São esperados os resultados dos exames de notificações de sintomas de dengue encaminhados ao Laboratório central do estado, Lacen. A coordenadora da Vigilância em Saúde do Município, Cláudia Ramos, informou que 11 notificações foram encaminhadas ao Lacen e que só os laudos dos laboratoriais poderão dizer se Parintins tem algum caso confirmado de dengue neste início de 2011. Mesmo assim, as ações de prevenção estão em pleno andamento, principalmente nas ruas e bairros onde foram detectados focos de larvas do mosquito aedes aegipty.

Larvas

A quantidade de larvas de mosquitos colhida durante as ações de prevenção e combate à dengue surpreendeu os técnicos das unidades de saúde e os agentes de endemias que passaram a manhã em campanha de orientação aos moradores de algumas ruas do Palmares, Dejard Vieira e Itaúna II. No Palmares oitenta agentes comunitários de saúde, cinco agentes de endemias, enfermeiras e a diretora do centro Darlinda Ribeiro realizaram operação de orientação aos moradores e coleta de amostras de larvas nas ruas Nhamundá e Barreirinha. O lixo acumulado em quintais e os focos de águas paradas deixaram os técnicos preocupados com a possibilidade de proliferação do mosquito aedes aegipty. Dezenas de larvas foram coletadas para análises laboratoriais. 

Mutirão

No bairro Dejard Vieira, vinte Agentes Comunitários de Saúde e uniram aos agentes da gerência de endemias e servidores da Secretaria de Obras para a ação de orientação dos moradores e retirada do lixo dos quintais. Os inúmeros focos de águas servidas despejadas para as ruas facilitam a formação de criadouros de larvas do mosquito transmissor da dengue. Os agentes de endemias colheram dezenas de amostras para exames laboratoriais. A enfermeira Mila Parente coordenou a operação e agradeceu a colaboração dos moradores na recepção aos técnicos que realizaram a operação. Para ela, a consciência da comunidade é a principal arma no combate às doenças endêmicas. No bairro Itaúna II, a enfermeira Terezinha Pereira orientou os agentes de endemias, agentes comunitários de saúde e demais técnicos da unidade de saúde que participaram da ação junto aos moradores das ruas 5 e 11 do bairro. 


Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parintins (AM) 

Compartilhar