CIT: Reunião destaca lançamento de publicação sobre serviços farmacêuticos e discute o cenário epidemiológico da Covid-19 - CONASEMS
voltar

Gestão | 01/10/2021

CIT: Reunião destaca lançamento de publicação sobre serviços farmacêuticos e discute o cenário epidemiológico da Covid-19

A 9ª Reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) aconteceu nesta quinta-feira (30). Dentre as pautas discutidas, se destacam o lançamento do instrumento de referência dos serviços farmacêuticos na Atenção Básica, campanha de multivacinação para crianças e adolescentes, atualização do cenário epidemiológico da Covid-19, dentre outras pautas. 

Instrumento de referência dos serviços farmacêuticos na Atenção Básica

O Conasems lançou durante o encontro a cartilha Instrumento de referência dos serviços farmacêuticos na Atenção Básica. O material foi formulado a partir das diretrizes institucionais da entidade, das necessidades e demandas apontadas pelos gestores municipais de saúde.  A proposta é que essa publicação sirva como base para os dirigentes do SUS identificarem e fomentarem elementos de qualidade e os recursos necessários para o desenvolvimento e a sustentabilidade desses serviços nos municípios, assim como subsidiar o planejamento a curto, médio e longo prazo no Brasil. 

“É um documento inédito e inovador, poucos países do mundo conseguiram expressar a missão e visão dos serviços farmacêuticos na Atenção Básica, bem como seu papel e funções no sistema público de saúde. O Conasems defende que a Atenção Básica exerça seu papel de coordenadora do cuidado e ordenadora da rede de atenção à saúde e que a assistência farmacêutica deva estar integrada com a Atenção Básica. Por isso, temos liderado um conjunto de iniciativas e estratégias nacionais para apoiar nossos municípios na qualificação da Atenção Básica”, disse Wilames Freire, presidente do Conasems.

Cenário epidemiológico da Covid-19: vacinação e notificações de variantes

Arnaldo Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, trouxe uma apresentação sobre a situação epidemiológica da Covid-19 no Brasil e no mundo, apresentando uma queda na evolução do número de novos registros de óbitos pela doença na última semana epidemiológica (SE 38) e uma atualização sobre casos de Covid-19 em profissionais de saúde. Confira os números na íntegra clicando aqui. 

O secretário também destacou a atualização de números de registros de novas variantes no Brasil. De acordo com o secretário, no período entre 9 de janeiro a 25 de setembro de 2021 (SE 38), foram oficialmente notificados às SES, 29.958 casos de Variantes de Atenção e/ou preocupação (VOC), identificados em 27 unidades federadas e oficialmente informadas ao MS: 20.393 casos de Gamma; 450 casos de Alpha; 4 casos de Beta; e 9.111 casos de Delta.

Rosana Leite de Melo, secretaria extraordinária de enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, trouxe as últimas atualizações sobre a operacionalização da vacinação. Com destaque para a conclusão da distribuição da primeira dose ou dose única para toda população brasileira acima de 18 anos; dose de reforço para pessoas acima de 70 e 60 anos e imunossuprimidos; liberação de doses para todos os adolescentes; e doses de reforço para trabalhadores de saúde. Confira a apresentação na íntegra clicando aqui. 

Mauro Junqueira, secretário executivo do Conasems, aproveitou a oportunidade para fazer um alerta sobre a necessidade de repensar a distribuição de vacinas para municípios com objetivo de evitar descartes e desperdício de imunizantes. “Nós temos hoje um número de vacinas muito importante e nós conseguimos uma cobertura muito significante, felizmente. Então está na hora
de discutir a questão da distribuição da vacina. Não pode ser somente: chegou o imunizante e o município tem que receber. O que estou trazendo aqui é que o município não receba vacina sem ter braço para aplicar”, alertou.

Campanha de multivacinação para crianças e adolescentes

A Campanha Nacional de Multivacinação para crianças e adolescentes, lançada pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (30), também foi pauta da reunião. O objetivo da campanha, que acontece de 1º a 29 de outubro, é disponibilizar 18 tipos de vacinas para menores de 15 anos de todo país para atualizar a carteira de imunização desse público. O Dia D da campanha de multivacinação será em 16 de outubro e contará com cerca de 45 mil pontos de vacinação abertos para disponibilizar as doses.

Cirurgias eletivas

Mauro Junqueira também ressaltou a importância de recursos para retomada nas cirurgias eletivas. O secretário destacou que com a proximidade do fim do ano, os recursos e organização da retomada das cirurgias eletivas é algo urgente, visto que o mês de dezembro apresenta um histórico de queda significativa no número de procedimentos. Como disse, passa de 2 milhões de cirurgias não realizadas e nós precisamos organizar as equipes cirúrgicas para dar  operacionalização na ponta. Qual é a data que nós vamos publicar essa portaria? Qual é o dia que nós vamos falar para os gestores desses serviços que eles vão começar a executar? O recurso vai para o gestor estadual? E qual o recurso vai para o gestor municipal?”, questionou.

 

Informes e apresentações:

Estratégia de Saúde Cardiovascular na Atenção Primária à Saúde (APS)

Agenda Estratégica Tripartite 2021 – 2022

DETECÇÃO PRECOCE CÂNCER DE MAMA E COLO DO ÚTERO

Plano Nacional de Operacionalização – PNO

Situação Epidemiológica da Covid-19

 

Confira aqui a reunião na íntegra:

Compartilhar