Audiência Pública discute inclusão de crianças de 5 a 11 anos na campanha de vacinação contra Covid-19 - CONASEMS
voltar

Coronavírus | 04/01/2022

Audiência Pública discute inclusão de crianças de 5 a 11 anos na campanha de vacinação contra Covid-19

A Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 (SECOVID/MS), realizou audiência pública, nesta terça-feira (04/01), no intuito de promover um debate com representantes do Conass, Conasems, instituições ligadas a saúde e especialistas da área sobre a vacinação contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, tendo em vista a autorização por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), em 16/12/2021, da utilização da vacina Comirnaty na referida faixa etária da população.

A assessora técnica do Conasems, Kandice Falcão, foi a representante da instituição na audiência. De acordo com ela, o Conasems é favorável a inclusão da vacina desenvolvida pela Pfizer no calendário do PNI para crianças de 5 a 11 anos. “A vacina é segura, eficaz e passou pelos critérios técnicos de avaliação da nossa agência reguladora, a Anvisa, para que pudesse ter seu uso aprovado”.

Em relação a necessidade de prescrição médica para a vacinação das crianças, a assessora enfatizou “O Conasems tem um posicionamento muito claro, somos extremamente contra. Em relação à saúde pública isso é completamente inviável. Os profissionais de saúde estão sobrecarregados por conta da alta demanda de atendimento desde o início da pandemia. As unidades de saúde estão lotadas. As pessoas deixaram de ir aos serviços com medo de se infectar, o Conasems computou  mais de 1 milhão de consultas, exames e procedimentos eletivos que foram acumulados durante a pandemia e que precisam ser encaminhados”.

Confira a audiência na íntegra:

Compartilhar