Academia na Comunidade em Fortaleza (CE) comemora quatro anos de promoção à saúde - CONASEMS
voltar

Gestão | 06/12/2010

Academia na Comunidade em Fortaleza (CE) comemora quatro anos de promoção à saúde

444444444444444444444444444444
444444444444444444444444444444Cerca de 2.500 pessoas reuniram-se, durante a tarde do sábado passado (04), na praça do João XXIII, para comemorar o aniversário de quatro anos do programa Academia na Comunidade, da Secretaria de Esporte e Lazer de Fortaleza (Secel). O encontro teve como tema “Academia na Comunidade: 4 anos de história e movimento – reciclando saberes”.

Moradores dos bairros atendidos pelo programa marcaram presença, além de professores, agentes comunitários dos núcleos e demais envolvidos. Em meio à multidão, alguns erguiam cartazes e faixas de agradecimento à atuação do projeto. No local, foram expostos painéis, elaborados pelos participantes do programa, que contavam, através de fotos e depoimentos, a história e a importância da ação.

A programação teve início às 15 horas, com o pronunciamento do secretário de Esporte e Lazer, professor Evaldo Lima; e do Coordenador do Programa Academia na Comunidade, Francisco Walter. O evento seguiu com a apresentação de dança de alunas das Regionais I e II, depoimentos sobre a atuação do programa, entrega de placas em homenagem aos professores,  e, no encerramento, um aulão com dicas sobre saúde, ginástica aeróbica e dança, em que os presentes aprenderam mais sobre bem-estar.

Segundo Evaldo Lima, “o projeto está se consolidando como política pública de esporte e lazer da cidade. Trata-se da promoção de um direito social, da dignidade humana. Os alunos são beneficiados com a socialização, construção de amizades, e com as oportunidades de lazer e melhoria da qualidade de vida”.

O Academia na Comunidade atua em 26 núcleos, que englobam todas as Regionais da cidade. A iniciativa tem como objetivo educar os participantes a atenção à saúde física e bem estar, além de conscientizar sobre a importância da participação popular na construção das políticas públicas.  Francisco Walter explica que “o foco do programa vai além da atividade física convencional do indivíduo. A idéia é estimular a saúde da comunidade, ao mudar o seu entendimento sobre si mesma, como organização comunitária. Essas pessoas devem se reunir em torno de suas necessidades e intervir em prol de seu bairro”. A participação em campanhas solidárias, reuniões do Orçamento participativo e palestras educativas sobre prevenção a doenças são algumas das atividades nas quais os alunos marcam presença.

O aluno do núcleo da Granja Portugal, Francisco das Chagas, 62 anos, mais conhecido como “Ceará”, participa do programa há quatro anos, e o definiu como uma “brincadeira sadia”. “Antigamente, eu fazia uma caminhada de 1 km em 30 minutos e sentindo muitas dores, porque sou cardíaco. Agora, faço 1 km em 10 minutos e não sinto mais dores. Eu gostaria que todo mundo da minha idade participasse. Eu estou me dando muito bem!” – conta.

Ayla Almeida, 37 anos, moradora do Jardim Castelão, também comemora: “quando comecei a participar das aulas, eu pesava 84 kg, e já perdi 20 kg. Além das aulas de ginástica e caminhada, temos acompanhamento nutricional. Também fazemos festinhas, a cada quatro meses, para comemorar os aniversários e aumentar o elo entre os moradores”.

O primeiro secretário de esporte e lazer de Fortaleza, Roberto Gomes, esteve na festa e defende que a “prática esportiva é um elemento de encontro para a saúde, consciência dos direitos e construção de uma cidade voltada para o seu povo”. A primeira coordenadora do Academia na Comunidade, Danusa Studart, também prestigiou o evento. Segundo ela, a iniciativa tem grande importância tendo em vista que “além de saúde e lazer, o programa trata de outras questões, como apropriação dos espaços públicos pela comunidade, agregação e consciência política”.

Representantes do Núcleo de Educação e Saúde e Mobilização Social da SER III (NEMS) estiveram no local para exposição e abordagem educativa com vistas ao controle e combate à dengue. A Coordenação Municipal de DST/Aids também realizou, durante o evento, um trabalho de educação, com panfletagem e distribuição orientada de preservativos.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Fortaleza (CE) 

Compartilhar