Projeto Apoiador Nacional é apresentado em reunião do CONARES

23/02/2017

O Projeto Apoiador Nacional, realizado pelo Conasems em parceria com o Ministério da Saúde e o Hospital Alemão Oswaldo Cruz  através do PROADI, foi apresentado durante a reunião do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (CONARES) nesta quarta-feira (22), em Brasília, com representantes de todos os estados do país. Novos representantes dos COSEMS e secretários municipais de saúde de capitais se apresentaram durante a reunião que contou com a presença do Ministro da Saúde, Ricardo Barros, do Secretário de Vigilância em Saúde, Adeilson Loureiro, do Secretário de Atenção à Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, e do presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Ferreira.

O projeto Apoiador integra a rede colaborativa Conasems-Cosems para fortalecimento da gestão municipal. Na fase inicial do projeto 160 técnicos capacitados para orientar, apoiar e acompanhar a gestão municipal de saúde em todas as 438 regiões de saúde do país. “Os apoiadores serão a ponte entre o gestor municipal, os conselhos municipais de saúde e o Conasems, levando informação de forma ágil e qualificada para o gestor e sua equipe”, explicou o presidente do Conasems, Mauro Junqueira.

Os apoiadores passarão por um processo seletivo e capacitação contínua em um processo de educação permanente. “Já temos bons resultados comprovados em municípios que contam com apoiadores, a ideia é ampliar essas experiências exitosas e melhorar a gestão do SUS como um todo”. De acordo com ele, essa estratégia está dentro de um projeto maior. “O Manual do Gestor e os eventos de acolhimento aos novos gestores também integram esse plano do Conasems junto aos COSEMS para melhorar e fortalecer a gestão municipal”.

Será disponibilizada a partir de maio uma plataforma de comunicação e informação para suporte do processo de apoio. A plataforma irá contar com fóruns de discussão organizados por cada região de saúde, e com atualização permanente da legislação e documentos de apoio, além da versão digital atualizada do Manual do Gestor Municipal.

O Ministro Ricardo Barros enfatizou a importância da transmissão dos dados informatizados da gestão

O Ministro da Saúde, durante a reunião do CONARES, apresentou o balanço das últimas ações do Ministério, os desafios e perspectivas para 2017 e debateu o SUS Legal, Caixa Único e informatização do SUS com os secretários municipais de saúde e representantes dos COSEMS. O Secretário de Vigilância em Saúde do MS apresentou o boletim que traz a situação da Febre Amarela no país. “Precisamos que os gestores municipais intensifiquem as ações de combate ao Aedes, principalmente os municípios em áreas de risco que vão receber muitos turistas durante o carnaval. É necessário divulgar informações sobre a necessidade ou não da vacina de acordo com as recomendações do Ministério”, comentou o secretário do MS.

As Conferências Nacionais de Saúde sobre Comunicação em Saúde, em abril, Saúde da Mulher, em agosto, e Vigilância em Saúde, em novembro foram apresentadas pelo presidente do CNS. Ronald destacou a importância dos municípios debaterem os temas durantes as conferencias municipais de saúde. ”São temas de extrema relevância e impacto no SUS, milhares de mulheres morrem todo ano só pelo fato de serem mulheres. O tema vigilância é o que mais vem sendo discutido nos últimos tempos, precisamos debater isso em conjunto”, comentou o presidente do CNS. Mauro reafirmou o apoio do Conasems às conferências e sugeriu que os temas sejam debatidos nas reuniões ordinárias das Comissões Intergestores Regionais (CIR). “A ideia é que esses assuntos sejam discutidos de forma regional, levando em consideração a realidade de cada região de saúde”.

O CONARES também discutiu a pauta da reunião da Comissão de Intergestores Tripartite (CIT) que aconteceu na manhã desta quinta-feira (23), em Brasília. Além disso, o Conares aprovou a recomposição da diretoria do Conasems com os nomes indicados pelos COSEMS.