Notas

Integração do e-SUS Atenção Básica ao SISPRENATAL

01/12/2017

Nota Técnica traz orientações sobre a utilização dos sistemas de informação para acompanhamento do pré-natal 

A Estratégia e-SUS AB já está consolidada quanto às formas de registro, processamento e disseminação de informações, em todo o território nacional, por isso o Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB) passa a ser fonte de informação para monitoramento das ações da Rede Cegonha, no nível da Atenção Básica.

O Departamento de Atenção Básica (DAB) e o Departamento de Ações Programáticas Estratégicas (DAPES) por meio de Nota Técnica traz orientações sobre o registro de informações no e-SUS AB para atenção às gestantes nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Agora, a informação enviada regularmente para a Estratégia e-SUS AB será considerada a única entrada de dados referentes às informações de pré-natal e puerpério na AB. Portanto, as equipes que utilizam o e-SUS AB não terão mais que utilizar o SISPRENATAL WEB. A partir de setembro de 2017, o DAB identificará as UBS que possuem envio de informação regular, por três competências consecutivas, permitindo ao DAPES a suspensão do acesso ao sistema para não gerar duplicidade de informação.

Já as equipes que já estiverem enviando informações referentes ao pré-natal e puerpério por meio do e-SUS AB com Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC), com Coleta de Dados Simplificada (CDS) ou com sistema próprio, não deverão mais inserir dados no SISPRENATAL WEB.

O objetivo é facilitar o registro de informações, possibilitando uma única entrada de dados para os serviços de Atenção Básica, ou seja, busca evitar que o profissional de saúde use vários sistemas ao mesmo tempo com registro das mesmas informações. Além disso, o modelo se propõe a fornecer informações contidas na base nacional do SISAB para qualificar o processo de gestão e ações de monitoramento. Atualmente, o envio de informação para o SISAB, pelas equipes de Estratégia de Saúde da Família, é de 99%.

Aquelas unidades de saúde que não estiverem enviando informações de forma regular para o SISAB deverão manter o registro no SISPRENATAL WEB como entrada de dados referentes à atenção pré-natal, assim como aqueles serviços de saúde que, por outros motivos, não enviam informações pelo e-SUS AB.