MS participa da reunião de diretoria do CONASEMS

25/01/2018

A diretoria do CONASEMS fez sua primeira reunião de 2018 nesta quarta-feira (24) em Brasília. A unificação das contas bancárias dos blocos de financiamento foi um dos temas de destaque da reunião, assim como a presença do Ministro Ricardo Barros, acompanhado do Secretário Executivo, Antonio Nardi.

No início da reunião, o Diretor Executivo do Fundo Nacional de Saúde, Antônio Carlos Oliveira Junior, fez uma exposição sobre os principais pontos que ainda geram dúvidas aos gestores. O presidente Mauro Junqueira agradeceu a parceria do Fundo Nacional de Saúde na implementação do Caixa-Único. “Estamos fazendo a história do SUS, e nada disso seria possível sem a parceria do FNS”, afirmou.

Mauro Junqueira fez um balanço das conquistas alcançadas em 2018, e ressaltou que é preciso dar continuidade aos avanços. “Precisamos continuar a discussão da PNAB para a implementação da política no conjunto de municípios”. Mauro também apresentou para a diretoria a situação do Projeto Apoiador e dos novos projetos junto ao PROADI que serão desenvolvidos em parceria com o CONASEMS.

O Ministro Ricardo Barros participou da reunião do período da tarde, e discutiu temas como febre amarela, Glaucoma, cirurgias eletivas e demandas apresentadas pelos municípios. Para o Ministro é necessário estabilidade do que está sendo discutido e implementado independente do processo de transição de governos no País. Barros também discutiu sobre recursos para média e alta complexidade. “A única forma de desenvolver a atenção especializada é decidir a média e alta complexidade de forma colegiada com os municípios nas regiões. A regionalização é a solução para manutenção dessas estruturas”, afirmou.

A Diretoria do CONASEMS parabenizou o trabalho desenvolvido pelo Ministro e equipe até o momento, e levantou temas importantes para os municípios na atualidade. A diretora de comunicação adjunta e secretária de Niterói, Maria Célia Vasconcellos, ressaltou a necessidade de orientações qualificadas sobre a febre amarela e de retomada do incentivo aos CCZ – Centro de Controle de Zoonoses. “Precisamos ter informações confiáveis e um direcionamento único entre ministério, estado e município, para dar segurança aos gestores e a população”.

Também participou da reunião a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (ABIMO), para apresentação da proposta do catalogo digital e a Confederação Nacional de Municípios (CNM). O secretário executivo da CNM, Denilson Oliveira, apresentou os encaminhamentos do grupo de trabalho sobre as UPAS e a parceria com o CONASEMS na XXI Marcha a Brasília em defesa dos municípios.

Confira as fotos da reunião.