IDISA promove Conferência “O que deu e não deu certo no SUS”

09/08/2017

O Instituto de Direito Sanitário Aplicado (IDISA) promoveu, no dia 5 de agosto, em Campinas, uma aula-aberta em seu V Curso de Especialização em Direito Sanitário, onde o professor-convidado, José Gomes Temporão, ex-Ministro da Saúde, fez uma exposição aos 100 alunos e demais participantes, sobre o que deu e não deu certo no SUS com debatedores,  Cármino Antonio de Souza, secretário de saúde do município de Campinas e presidente do COSEMS-SP, Mauro Junqueira, Presidente do CONASEMS, a juíza do Estado de Tocantins, Milene de Carvalho e o procurador de Justiça do Paraná, Marco Antonio Teixeira, além dos deputados Odorico Monteiro e Carlos Neder, o Presidente da ABRASCO, Gastão Wagner de Sousa Campos, e os pesquisadores Nelson Rodrigues dos Santos (Nelsão) e Lenir Santos.

Durante a aula-aberta foram destacadas questões que ainda não deram certo, como o financiamento insuficiente. De acordo com Mauro Junqueira, são R$2,90 per capita-dia para financiar da vacina ao transplante, a vigilância sanitária e muitos outros programas que tem a função de prevenir agravos à saúde, afora todos aqueles que têm a finalidade de recuperá-la; Também foram destacados outros pontos importantes como a formação médica e os problemas da judicialização.

Leia aqui nota feita pelo IDISA sobre o evento