Governo Federal libera R$ 28 milhões para municípios de Roraima

15/05/2018

Nesta segunda-feira (14) o ministro da saúde, Gilberto Occhi, anunciou a liberação de mais de R$ 28 milhões para a saúde de Roraima, após avaliar de perto os impactos da imigração venezuelana no Sistema Único de Saúde (SUS) do Estado.

Juntamente com ele, o presidente do Conasems, Mauro Guimarães Junqueira, o representante do CONASS, Humberto Lucena, o Secretário de saúde do estado de Roraima, Ricardo Queiroz Lopes, o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald dos Santos, e o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Roraima (Cosems-RR), Helenilson Boniares, além de secretários do Ministério da Saúde, visitaram o Hospital Délio de Oliveira Tupinambá, o Centro de Operações, os postos de identificação e triagem e a sala de vacinação em Pacaraima.

Na capital, Boa Vista, o abrigo Lattiffe Salomão foi visitado. Em seguida, todos os secretários de saúde dos 15 municípios do estado foram convidados para participar de uma reunião tripartite. Na pauta, o presidente do Cosems, apresentou pontos importantes para a melhoria da prestação de serviços da atenção básica nos municípios, como apoio para assistência farmacêutica, descentralização dos serviços de média e alta complexidade, liberação das emendas parlamentares e financiamento da atenção básica, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

O Presidente do Conasems, Mauro Junqueira, disse que a visita foi importante para viabilizar atendimento humanizado para os venezuelanos, sem prejudicar a população de Roraima. “Buscamos entendimento entre Estado, Município e União para que possamos ofertar assistência de saúde em Roraima e garantir amparo para os imigrantes”.

Para desafogar parte da demanda dos municípios mais afetados, o ministro da saúde, Gilberto Occhi, anunciou mais R$ 10,1 milhões, para ampliar serviços de saúde. Desse valor, R$ 508,28 mil são para o aumento temporário do piso da Atenção Básica de Pacaraima e Boa Vista. E R$ 9,6 milhões são para ampliação dos recursos de atendimento hospitalar e ambulatorial.

Mais R$ 804 mil foram liberados para ampliar a oferta de retaguarda nos leitos de terapia intensiva para pediatras e neonatologista. Sendo R$ 698,9 mil para ampliação de leitos para o Hospital da Criança Santo Antônio e R$ 105,1 mil para oferta de leitos no Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth.

Além disso, R$ 17,3 milhões serão destinados aos 15 municípios para aquisição de ambulâncias do tipo A, vans para transporte sanitário, equipamentos odontológicos e Unidades Odontológicas Móveis.

Para o secretário de saúde de Boa Vista, Claudio Galvão, um dos beneficiados, disse que toda ajuda é bem-vinda. “Boa Vista tem passado dificuldades com a imigração e esse recurso vai ajudar a equilibrar nosso planejamento”.

“Com o aumento do teto, faz com que a gente desafogue um pouco principalmente na assistência farmacêutica, onde recebemos apenas R$ 5,6 mil. Mas o maior impacto é a falta dos repasses obrigatórios que o Governo de Roraima não tem feito. Estamos fazendo muito com pouco”, completou a secretaria de saúde de Pacaraima, Kira Corrêa.

VIA ASCOM COSEMS-RR
THALYTA ANDRADE (95) 98118-9869
FOTO: PATRÍCIO BISPO/ÍTALO LOPES