Câmara oficializa Dia Nacional dos Celíacos

29/08/2017

A Comissão de Seguridade Social e Família realizou audiência pública, nesta terça-feira (29), para discutir políticas públicas voltadas a cidadãos com intolerância ao glúten (proteína encontrada no trigo, na cevada e no centeio) e viabilizar a criação do “Dia Nacional dos Celíacos”, a ser celebrado em 20 de maio. A doença celíaca é uma reação imunológica ao glúten que causa uma inflamação grave no intestino e que pode levar à desnutrição por má absorção de nutrientes.

A presidente da Federação das Associações de Celíacos do Brasil, Cleoneide Oliveira afirmou que existem pelo menos dois milhões de celíacos no Brasil. “Esse quantitativo tende a ser subestimado, devido às dificuldades com o diagnóstico, pois os sintomas se confundem com doenças do intestino ou, ainda, relacionadas à carência de nutrientes” e completou “Faltam boas práticas de produção e armazenamento dos alimentos considerando os celíacos, além do preço exorbitante nos mercados, hoje um pacote de macarrão chega a custar 23 reais por exemplo, isso torna a dieta inacessível.

O diretor do Conasems, Hisham Hamida destacou a importância de celebrar o Dia Internacional dos Celíacos para dar visibilidade para a doença que atinge tantas pessoas. “Deve-se capacitar a equipe de atenção básica, fortalecer a PNAB e protocolos para que os diagnósticos sejam mais precisos. O Conasems coloca seus espaços de discussão, como o congresso nacional que acontece anualmente, para debate e troca de informações sobre o tema”.

A Coordenadora Geral de Alimentos do Ministério da Saúde, Michele Lessa, comentou sobre a ampliação de estabelecimentos que fazem o diagnóstico. “Em 2009 eram 71, hoje, em 2017, são 751 estabelecimentos distribuídos por todo o país”. E confirmou o tema como pauta do Encontro Nacional da Rede de Alimentação e Nutrição do SUS, que acontece em novembro. A deputada Raquel Muniz afirmou que no próximo ano, será comemorado oficialmente no dia 20 de maio, o Dia Internacional dos Celíacos.

Assista ao vídeo da transmissão ao vivo feita pela Câmara