1380 municípios já aderiram ao Projeto Aedes na Mira

11/07/2018

 

O CONASEMS, em parceria com a Associação Brasileira de Profissionais de Epidemiologia de Campo (ProEpi), lançou em junho duas ferramentas voltadas para a capacitação à distância no combate ao Aedes Aegypti. Até o momento, 1.380 municípios já aderiram ao projeto.

A capacitação de Entomologia aplicada à Saúde Pública já conta com 4294 inscritos, e a de Vigilância em Saúde Pública tem, por enquanto, 4185 participantes. Destaque para os estados de Roraima e Espírito Santo, que contam com maior número de municípios de profissionais inscritos, proporcionalmente.

Os boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde apontam que os casos de transmissão de doenças pelo Aedes Aegypti no país sofreram uma redução neste ano em comparação com 2017 e 2016, auge de epidemias como zika e chikungunya. Entretanto, diante da quantidade cada vez mais crescente de municípios infestados pelo Aedes Aegypti, e na ausência de vacina eficaz e tratamento específico, a luta contra essas arboviroses é um desafio de saúde pública de todo o país e exige dos diversos entes federados o desenvolvimento de estratégias e ações dirigidas ao seu enfrentamento. Por isso, é de extrema importância que os municípios façam adesão às ferramentas disponibilizadas pelo projeto Aedes na Mira, que tem por objetivo o enfrentamento dessas doenças e principalmente no combate do seu vetor, fornecendo aos gestores municipais e suas equipes as ferramentas necessárias para apresentarem um projeto de intervenção nas comunidades.

A plataforma permite que o aluno conheça com maior profundidade os principais conceitos de entomologia e de vigilância em saúde e compreenda melhor seu papel nos serviços de prevenção e assistência do SUS. Será possível ainda a troca de ideias e experiências entre os participantes e a reflexão será estimulada através de exercícios que proporcionam a fixação dos conceitos aplicáveis à realidade de cada município.